Publicidade
Manaus
MANIFESTAÇÃO

Moradores de comunidades interditam av. das Flores durante protesto em Manaus

O grupo reivindica melhorias na saúde, transporte público e serviços de água e luz. Policiais e agentes de trânsito acompanharam o ato 24/11/2017 às 09:50
Show moradores 2222
(Foto: Divulgação/Manaustrans)
acritica.com Manaus (AM)

Moradores das comunidades Acará e Novo Millennium interditaram na manhã desta sexta-feira (24) a avenida das Flores, próximo a avenida Sete de Maio, no bairro Santa Etelvina, na Zona Norte de Manaus, durante um protesto por melhorias na saúde, transporte público e serviços de água e luz. O grupo fechou um trecho da via com pneus e galhos.

A presidente das comunidades, Mônica Lima, informou que os moradores estão há anos sem os serviços essenciais. "Estamos há mais de anos sem água, luz ou asfalto. Decidimos fazer essa manifestação para reivindicar que o governador do Amazonas faça uma entrada e saída da nossa comunidade, porque aqui não passa ônibus", explicou.

Policias da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estiveram no local, mas a manifestação foi considerada pacífica. Agentes de trânsito do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) também acompanharam o ato.

A professora de Educação Física Alessandra Correa, de 37 anos, que mora há 15 na comunidade Novo Millennium, relatou que os residentes enfrentam tais problemas diariamente . "Não somos assistido, porque os políticos só prometem em época de campanha. Queremos água, luz e transporte público", completou.