Publicidade
Manaus
PROTESTO

Moradores do Pq. das Nações reclamam do estado das ruas; prefeitura anuncia obras

Lama, buracos e lixo acumulado nas ruas estão entre as reclamações da população. Ruas do bairro na Zona Centro-Sul de Manaus serão atendidas por serviços, afirmou Prefeitura 05/04/2018 às 21:36 - Atualizado em 06/04/2018 às 08:50
Show pq1
Com as chuvas, alguns trechos da rua Inglaterra viram verdadeiros lamaçais. Foto: Winnetou Almeida
Álik Menezes Manaus (AM)

As condições do asfaltamento de muitas ruas da cidade são evidentemente ruins. Mas em certos locais os moradores literalmente “clamam” por ajuda devido ao problema. É o caso do bairro Parque das Nações, na Zona Centro-Sul de Manaus, onde a reportagem esteve na última semana. Lá os moradores reclamam das péssimas condições das vias e cobram serviço de qualidade.

Durante aproximadamente 40 minutos que a reportagem do Portal A Crítica ficou no trecho mais esburacado da rua Inglaterra, considerada a mais deteriorada, dez moradores da via se aproximaram para relatar o caos que vivem diariamente. Moradores disseram que ela recebe esporadicamente serviços de tapa-buraco, mas o trabalho deixa a desejar.

O supervisor de estoque Rodrigo Santos, de 30 anos, disse que raramente funcionários da Prefeitura de Manaus fazem serviço de tapa-buracos nas ruas do conjunto e quando fazem o serviço não é de qualidade. “Estamos esquecidos, o normal aqui é ter ruas cheias de buracos, mas buraco grande mesmo. Quando passam tapando os buracos a gente estranha, mas no outro dia volta ao normal porque o serviço ou o asfalto não prestam”, lamentou.

Quando soube que a equipe de reportagem estava no local, a aposentada Irailde Diniz, de 64 anos, saiu do mercado onde estava fazendo compras e foi até a rua Inglaterra para reforçar as reclamações dos vizinhos. “Já liguei para a Seminf (Secretaria Municipal de Infraestrutura), mas não adianta, é mesmo que nada. Eles já têm uma resposta pronta: ‘as ruas do conjunto já estão no cronograma de obras’ ou ‘iremos mandar uma equipe ao local’, mas é tudo mentira, uma vergonha, fazem pouco caso da gente”, disse, indignada.


Serviço de recuperação do asfaltamento deve chegar a rua nos próximos dias. Foto: Winnetou Almeida

A aposentada disse também que a linha de transporte coletivo que atende o bairro teve que desviar a rota porque a rua Tailândia está com dois buracos que dificultam o tráfego. “Tem dois buracos grandes, um próximo do outro, agora os motoristas entram em uma rua antes, mas não param para os passageiros descerem. Um absurdo tudo isso, olha!”.

O aposentado Afonso Neves, 66, disse que há muitos anos o bairro é tratado com descaso pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). “Tem mais jeito não, a gente liga, denuncia, reclama, mas não adianta. Essas ruas vivem cheias de buraco, quando aparecem para tapar a gente até desconfia da intenção”, afirmou o aposentado.

Dentro do cronograma

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) informou que já começou a atuar no bairro Parque das Nações com serviços nas ruas Itália e Bélgica. “As demais vias serão atendidas conforme o andamento dos trabalhos”, ressaltou em nota.

Na última sexta-feira (30), a esposa de Afonso Neves foi vítima de um dos buracos da rua Brasil, que também é repleta de lixo, onde deveria existir a calçada. Ela escorregou, caiu e teve ferimentos. “Ela estava caminhando, escorregou, caiu e ficou toda ralada e com hematomas. Minha mulher já tem 65 anos, é frágil. Graças a Deus não bateu a cabeça. Fico indignado como somos tratados, quando querem votos são anjinhos, abraçam e beijam a gente”, criticou ele.

Publicidade
Publicidade