Publicidade
Manaus
Manaus

Moradores sofrem com bueiros e buracos nas ruas de Manaus

Problema fica pior nesta época, quando as chuvas potencializam os riscos de acidentes 16/03/2012 às 07:57
Show 1
Buracos e bueiro já inviabilizam o trânsito de veículos nessa rua da Zona Leste
Ana Paula Sena ---

Mau cheiro, risco de acidentes e proliferação de lixo e esgoto. Estes são os riscos que buracos nas ruas e bueiros sem tampa podem causar a quem passa pelas vias de diversos bairros de Manaus.

Na rua Santa Helena, bairro Zumbi dos Palmares 2,  Zona Leste, os moradores reclamam de um bueiro que está a céu aberto há mais de um ano e causa mau cheiro e alaga as casas quando chove.

Segundo o autônomo Marcelo Reis, 31,  o esgoto está completamente entupido e não suporta a quantidade de água nos dias de chuva.

“A minha casa é uma das mais prejudicadas, o bueiro fica bem na frente e não tem mais tampa porque os carros que passam por aqui quebram com o peso, é um perigo inclusive para as crianças. Queremos evitar que o pior aconteça”, desabafou.

Marcelo Reis ainda enfatiza que um grupo de moradores já entrou em contato com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), há mais de quatro  meses, mas até agora nada foi feito.

No beco Buriti, bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste, próximo ao SPA Chapô Prevost a falta de esgotos e asfalto em alguns trechos da rua, deixa os moradores revoltados, além de um barranco localizado atrás das casas que acelera a  descida da água.

O aposentado Firmino Lira, 75 é deficiente visual e mora ao lado de onde a água escorre. Ele afirma que passa o dia e a noite com medo de que a casa alague ou o barranco desabe.

“Eu moro só e vivo com medo dentro da minha própria casa. Quando chove a situação é bem pior, o perigo aqui é constante, precisamos que alguém tome providencias, porque estamos abandonados”, afirma.  

Willian Pereira, 26, mora há seis anos na mesma rua e relata que a situação piorou após uma reforma no SPA.

“Nossa rua não alagava antes da reforma do SPA, toda a água que alaga a rua vem de lá e não sabemos mais o que fazer”, afirmou.

Os problemas não se limitam apenas a Zona Leste. Na rua São Domingos, bairro São Francisco, Zona Sul, os moradores reclamam de um buraco bem no meio da rua. Para chamar a atenção eles colocaram uma placa que diz: “Trocamos voto por uma solução”.

Um dos moradores mais antigos, Sebastião Gonçalves, 66, pede que o asfaltamento seja feito com mais eficiência. Segundo ele, a camada é tão fina que todas as vezes que chega a época de chuva o buraco abre.

“Esse problema é antigo e o que queremos é que o serviço seja feito com primor. Eles colocam uma fina camada de asfalto e quando chove abre novamente. Colocamos inclusive a placa no buraco, para chamar atenção dos políticos já que estamos em ano eleitoral”, lembra.

Reparos programados vão demorar
A assessoria de Comunicação da Seminf afirma que a situação na rua São Domingos, bairro São Francisco, já foi avaliada por técnicos da coordenação de serviços dessa área, onde ocorreu um rompimento na tubulação da rede de drenagem. Os serviços de reparo nessa tubulação foram inclusos na programação da secretaria e deve ser executado até a próxima semana.

Em relação ao barro que se espalha no beco Buriti, bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste da cidade, a assessoria informou que isso ocorre devido a uma erosão próxima ao local que com as chuvas constantes, despeja lama para a referida via.

Entretanto, a assessoria informou que o órgão já está trabalhando nessa área com a implantação de rede de drenagem de águas pluviais.

Porém, segundo a assessoria, esse é um serviço que requer mais tempo devido a intensidade e extensão desse tipo de obra. Além disso, outro fator que dificulta a solução do problema é o período de chuvas, que também torna o serviço mais demorado.

Somente após a conclusão dessa obra é que os serviços de pavimentação serão tecnicamente viáveis, o que também já está incluído na programação do órgão municipal.

Em andamento
O bueiro a céu aberto que se encontra na rua Santa Helena, bairro Zumbi dos Palmares 2, e que vem provocando constantes alagamentos na via, teve a coordenação de serviços básicos da Zona Leste, teve os serviços de reparos iniciados ontem, 15, segundo a assessoria de Comunicação da Seminf.