Publicidade
Manaus
Trânsito

Motoristas desrespeitam lei e vagas especiais são ‘roubadas’ em Manaus

Todas as cidades brasileiras são obrigadas a destinar 3% das vagas de estacionamento público para idosos e 2% para deficientes. Porém, grande parte dos condutores de veículos ainda desrespeita a legislação 15/12/2016 às 05:00
Show deficientes0333
Credencial é específica para maiores de 60 anos e pessoas com deficiências. Foto: Divulgação
acritica.com Manaus

As vagas de estacionamento para idosos e deficientes foram regulamentadas e garantidas por lei a partir da vigência das resoluções 303 e 304/08 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Desta forma, todas as cidades brasileiras são obrigadas a destinar 3% das vagas de estacionamento público para idosos e 2% para deficientes. Porém, grande parte dos condutores de veículos ainda desrespeita a legislação e estaciona nas vagas preferenciais.

 A  infração pelo uso das vagas de estacionamento reservadas a portadores de necessidade especiais e idosos, em centros comerciais e shoppings, está se tornando cada vez mais comum. Uma única  fiscalização feita em junho do ano passado pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), resultou na autuação de 31 motoristas, que foram flagrados ocupando a vaga especial em um shopping, sem a credencial.

Questionado sobre as multas em locais públicos e privados por estacionar em vagas exclusivas sem afixar o cartão do idoso nos últimos três anos, o Manaustrans informou que no momento, não é possível saber quantas multas foram emitidas a quem desrespeita as vagas. Em quase três anos o Manaustrans emitiu 15.626 credenciais para idosos e 1.743 para pessoas com deficiência.

Para a portadora de necessidades especiais Maria Adelaide Gama, 41, encontrar uma vaga para estacionar é uma tarefa difícil em dias de grande movimentação, principalmente nos finais de semana. “E se uma pessoa com deficiência física ou idosa estiver no carro, o desafio é maior ainda, devido à falta de vagas exclusivas nos estacionamentos públicos”, comentou Maria, que utiliza os estacionamentos dos centros comerciais durante a semana.

O autônomo Camilo Silva, 50, não só presenciou situações semelhantes como também teve que lidar com a dificuldade de estacionar o carro em um dos shoppings e poder levar a mãe, de 74 anos, para visitar o local. “Mesmo com as fiscalizações, o uso exclusivo da vaga destinada para o idoso e portador de necessidades especiais está sendo desrespeitado”.

A credencial pode ser adquirida na sede do Manaustrans, avenida Tefé, 850 – Japiim, no horário das 8 às 14 horas, de segunda a sexta. O telefone 3215 9012 é exclusivo para dar informações sobre o benefício.