Publicidade
Manaus
Manaus

Movimento grevista da Ufam em momento de descontração, em Manaus

Conforme o presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Amazonas (ADUA), o 'Bar da Greve' faz parte do calendário de mobilizações. 22/06/2012 às 22:50
Show 1
Movimento grevista em momento de descontração
acritica.com Manaus

Cerca de 50 pessoas participantes do movimento grevista da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) estiveram nesta sexta-feira (22) no “Bar da Greve”, em frente à Associação dos Docentes da Universidade Federal do Amazonas (Adua). Com alusões a São João, nesta noite o Bar tinha um tema especial: “Professores na roça, Governo na fogueira”.

O tema refere-se ao acordo que deveria ter sido discutido na última terça-feira (19), mas que o Governo decidiu adiar. De acordo com o presidente da Adua, Antônio Neto, os professores ficaram frustrados, por uma expectativa que as autoridades criaram que não foi contemplada, representando uma ‘falta de prioridade com a educação no País’.

Ainda conforme o presidente, o Bar faz parte do calendário de mobilizações. “Além de um momento de descontração, funciona como fundo da greve. O que arrecadamos aqui com venda de comida e bebida vai para as atividades, aquisição de faixas, cartazes...”, afirmou.

Na tarde desta sexta-feira (22), o movimento esteve mais uma vez divulgando informes, montando calendários com atividades da próxima semana. Especialmente uma atividade que será feita no Largo Mestre Chico, localizado na Zona Sul de Manaus, no dia 29 de junho, com apresentações, atendimento feito pelos cursos da área da saúde e uma tribuna popular, com questões associadas à greve e educação.

Ainda está previsto, para o dia 6 de julho, um ato público em conjunto com os servidores federais que deflagraram greve nesta semana. O local ainda será definido.

“Esta semana tivemos um balanço positivo, em que tivemos a paralisação dos servidores públicos federais. Estamos em um crescendo processo de mobilização que só nos fortalece”, concluiu Neto.