Publicidade
Manaus
PATRIMÔNIO

Movimento ‘Salve a Velha Jaqueira’ se reúne pela revitalização do antigo prédio da FD

Advogados, juízes e outras autoridades confraternizaram neste domingo (3) em prol do patrimônio da antiga Faculdade de Direito da Ufam 03/12/2017 às 17:24 - Atualizado em 03/12/2017 às 17:25
Show 1f42244b 9131 4c9c ab42 3032aaff01b4
Foto: Divulgação
acritica.com

O movimento “Salve a Velha Jaqueira”, que busca a reforma e a utilização do centenário prédio que abrigou a Faculdade de Direito (FD), no Centro de Manaus, se reuniu neste domingo (3) para uma confraternização de fim de ano. A “Velha Jaqueira”, como ficou conhecido o prédio, é o embrião daquela que se veio tornar a Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

A confraternização se dividiu em três etapas: missa na Igreja dos Remédios, celebrada pelo padre Mauro Cleto; entrega da placa da Ordem do Mérito da Jaqueira aos membros do movimento e apoiadores; e o café da manhã em frente ao prédio da Faculdade, que estava aberto à visitação, oportunidade em que foram distribuídos aos presentes réplicas do monumento em papertoy.

O coordenador do grupo, o advogado Júlio Antonio Lopes, disse que a causa se consolidou e avançou bastante, com o engajamento de egressos de várias gerações e com a sensibilização das autoridades. “O processo está andando, com a nova reitoria, com o sinal verde do Iphan, com o apoio de todas as classes jurídicas, agora vai. E esperamos que o êxito dessa iniciativa, do resgate desse patrimônio histórico e sentimental da cidade, seja o elemento deflagrador da recuperação de inúmeros outros prédios que se encontram em situação semelhante ou até pior, como a Santa Casa de Misericórdia”.

Mais de trezentas pessoas, das mais diferentes carreiras jurídicas e da Ufam, passaram pelo evento, como o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga; o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Flávio Pascarelli; o vice-governador do Amazonas Bosco Saraiva; o doutor Marco Choy, presidente da OAB; o diretor eleito da Faculdade de Direito, professor Carlos Alberto de Moraes Ramos Filho; e os ex-presidentes da OAB-AM, Félix Valois, Fábio Mendonça e Oldeney Valente, além dezenas de pessoas que fazem parte da história da FD e, também, do Estado.

Histórico

O imponente prédio da “Velha Jaqueira” foi construído entre os anos de 1904 e 1907, sediando, a princípio, o Colégio Silvério Nery. A Faculdade de Direito, núcleo inicial da Escola Universitária Livre de Manaus, a mais antiga do país, funcionava desde 1909 no Grupo Escolar Nilo Peçanha.

Em 1934 os prédios foram permutados e a Faculdade de Direito passou a ocupar o prédio da rua Coronel Sérgio Pessoa, 147, na Praça dos Remédios. Em 2003 foi transferida para o Campus Universitário. A partir daí serviu a outros fins. Foi desativado definitivamente em 2012.

In memoriam

O movimento “Salve a Velha Jaqueira” rendeu homenagens póstumas aos doutores Phelippe Daou, Paulo dos Anjos Feitoza, Sebastião Marcelice, Armando de Menezes, José Lindoso, Arnaldo Santana Rosas e Hidelberto Dias, todos ex-alunos da Faculdade.

Publicidade
Publicidade