Publicidade
Manaus
Manaus

MPE quer anulação de concurso da Semsa em Manaus

Órgão ajuizou Ação Civil Pública com essa finalidade, alegando que houve diversas irregularidades 29/06/2012 às 07:28
Show 1
As candidatas Juliana Afonso e Simone Russo fizeram protesto isolado denominado os "Palhaços da Semsa", na unidade onde fizeram as provas
jornal a crítica Manaus

O Ministério Público do Estado do Amazonas, através da 54ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa dos Direitos Constitucionais do Cidadão (Prdodedic), ajuizou nesta quinta-feira (28) uma Ação Civil Pública com pedido liminar para anular os concursos públicos para provimento de 1.910 vagas da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa).

Motivaram o pedido as diversas irregularidades ocorridas durante a aplicação das provas, o que, para o MPE, evidenciam o descumprimento do contrato firmado com a empresa Cetro Concursos.

Dentre as irregularidades apontadas na ação, estão o atraso na entrega de provas a candidatos ao cargo de assistente administrativo na prova na Faculdade Metropolitana (Fametro); a não aplicação de prova a todos os candidatos inscritos; conteúdo de prova em desacordo com o conteúdo programático previsto em Edital; repetição de questões idênticas em provas para cargos com níveis de escolaridade distintos; a não divulgação da relação nominal de inscritos; repetição sucessivas de questões com a mesma alternativa correta; e divulgação antecipada de gabarito.

Dezenas de candidatos ao concurso da Semsa dirigiram denúncias ao MPE através da Central de Atendimento ao Público, e pelo Disque Denúncia 0800-092-0500 e pelo Denúncia on-line, plataforma disponível no portal do MP-AM para fazer denúncias. O processo foi distribuído à 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal.