Publicidade
Manaus
Manaus

Mulher é acusada de cortar barriga de grávida a sangue frio e roubar bebê

Dona de casa, com suspeita de gravidez psicológica, retirou criança da barriga de grávida de nove meses, realizando parto forçado. Ela chegou a ir até a maternidade afirmando que acabara de dar à luz. Lá foi presa e encaminhada ao 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP) 12/10/2012 às 09:44
Show 1
A mulher precisou ser internada na Maternidade Ana Braga, zona Leste de Manaus
JOELMA MUNIZ E THIAGO MONTEIRO Manaus

Após retirar uma criança de nove meses da barriga de uma mulher, Dayana Pires, 21, foi presa na manhã desta terça-feira (25). De acordo com familiares, há nove meses ela afirmava que estava grávida, mas não apresentava à família nenhum tipo de exame que comprovasse a veracidade da gestação. Os parentes cogitam a possibilidade de Dayana ter uma gravidez psicológica.   

Segundo a sogra da dona de casa, Florecir Lira de Oliveira, 56, na manhã desta terça ela teria saído afirmando que iria se consultar em uma Casinha da Família, localizada no bairro Parque Mauá, Zona Leste da cidade. Lá teria encontrado a vítima e a convidado para ir até sua residência, onde lhe daria roupas.

Sangue frio

Chegando a casa alugada recentemente na avenida Solimões, no mesmo bairro ela teria realizado um parto forçado da vítima a sangue frio.

Florecir disse ainda, que após retirar a criança da barriga de sua vítima, a nora saiu de casa e pediu ajuda a uma vizinha. Ela afirmava que tinha dado à luz.

Enquanto Dayana era encaminhada à maternidade Ana Braga, familiares encontravam a mãe da criança agonizando na casa usada para o crime.

“Ela estava toda ensanguentada em cima de papelões e com um corte na barriga”, disse.

Salvou a mãe

A vítima foi encontrada após a vizinhança ouvir o choro de seu filho de um ano e seis meses que a acompanhava.

O menino que teria visto toda a cena está sob a guarda do Conselho Tutelar da zona Leste, e de acordo com o conselheiro Jhonny Menezes será encaminhado à central de resgate. Questionada sobre o que presenciou a criança apenas fala: “caiu, caiu, caiu”.

Criança sobrevive

A vítima, que não teve o nome divulgado, foi atendida pelo Samu e levada ao Hospital-Pronto Socorro João Lúcio, localizado na zona Leste, onde está internada em estado grave.

A criança perfurada nas costas está internada em estado estável na maternidade Ana Braga.

Dayana Pires está presa no 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O caso está sob a responsabilidade do delegado Adriano Félix.

Veja galeria de imagens.