Publicidade
Manaus
Manaus

Mulher morre com tiro no olho no Santo Agostinho, em Manaus

A polícia desconfia que a Eliane da Cunha tenha sido morta no lugar do filho de 16 anos. O principal suspeito do crime, identificado apenas como “Davizinho” já está sendo procurado pelas policiais militar e civil. O assassinato chocou os moradores pela vítima ser mãe de oito filhos e trabalhadora 19/04/2012 às 21:43
Show 1
Mulher morta após ter levado um tiro no olho
Catiane Moura Manaus

Uma rixa entre traficantes dos becos Brasil e Nova Olinda, ambos no bairro Santo Agostinho, zona Oeste, pode ter sido o motivo do assassinato da camareira Eliane Pereira da Cunha, 37, executada com um tiro no olho direito, na tarde desta quinta-feira (19).

A polícia desconfia que a mulher tenha sido morta no lugar do filho de 16 anos. O principal suspeito do crime, identificado apenas como “Davizinho” já está sendo procurado pelas policiais militar e civil.

De acordo com testemunhas, a mulher estava na esquina do beco Brasil, quando foi morta. “O filho dela de 16 anos estava com ela. Eles aguardavam o carro da Bemol para receber um freezer. Ela estava super feliz porque sempre quis comprar este freezer, mas acabou morrendo, inocentemente, antes de vê-lo”, contou uma dona de casa e também moradora do beco.

Algumas testemunhas por temerem represálias preferiram não revelar a identidade, porém ressaltaram que possivelmente o alvo dos criminosos seria o filho da camareira, que correu ao ver dois homens em um moto se aproximando.

Conhecidos de Eliane ainda relataram que a mulher não era envolvida com ações ilícitas, ao contrário, era muito trabalhadora. “Ela era muito boa. Tinha oito filhos, mas trabalhava dia e noite, na pousada Beija Flor. Tudo que ganhava era para alimentar a família. Nós queremos justiça por mais uma dona de casa que morre inocente”, ressaltou uma frentista de 34 anos, amiga de Eliane.

Segundo informações das polícias militar e civil, o principal suspeito do crime, “Davizinho”, já está sendo procurado. Uma hora depois do homicídio, investigadores civis da Seccional Oeste encontraram na casa do suspeito, no beco Brasil, três armas de grosso calibre e munições de uso registro.

A polícia militar também continua fazendo buscas pela área com objetivo de prender o suspeito. “Nós encontramos uma foto do suspeito, levamos até o filho da vítima e ele o reconheceu como autor. Já começamos as buscas com objetivo de prendê-lo”, informou o coronel George Feitosa, comandante da CPA Oeste. “Qualquer denúncia, ligar para 8427-6103”, disse o policial militar.