Publicidade
Manaus
CENTRO DE MANAUS

Mutirão de limpeza retira entulhos e sujeira da Santa Casa de Misericórdia

No dia 07 de julho ocorreu a primeira ação no local com a implantação de tapumes para proteger a área e serviço de vigilância armada 24 horas 19/08/2017 às 10:49
Rebeca Mota Manaus (AM)

Um mutirão de limpeza e retirada de entulhos foi iniciado neste sábado (19), na Santa Casa de Misericórdia, no Centro de Manaus coordenado pela Secretaria de Cultura do Amazonas em atendimento a Ação Cautelar ajuizada pelo Ministério Público Federal. O local era ocupado por moradores de rua.

No dia 07 de julho ocorreu a primeira ação da Secretaria com a implantação de tapumes para proteger a área e serviço de vigilância armada 24 horas.

"A Secretaria está cumprindo com os serviços de limpeza, obstrução e proteção do local. Esses serviços de limpeza tem duração de 25 dias. A segunda fase será de limpeza da edificação  através de lavagem com desinfecção para futuramente fazer uma  cobertura provisória que está em processo de contratação", revela Jane Fontenelle, engenheira do Departamento de Patrimônio Histórico (DPH) da Secretaria de Cultura do Amazonas.

Abandono

A Santa Casa de Misericórdia de Manaus fechou as portas há quase dez anos, após grave crise financeira. Inaugurado em 1880, o hospital particular chegou a contar com recursos do Governo do Estado. Um grupo interventor nomeado pela Justiça tenta a revitalização do prédio, atualmente abandonado.

Após mais de dois desde a intervenção judicial da Santa Casa de Misericórdia em Manaus, ainda não há previsão para o andamento do processo de desapropriação do prédio e pagamento da indenização pelo Governo do Estado do Amazonas. Em 2014, a campanha de reeleição do ex- governador do Amazonas, José Melo, indicou que o local seria transformado em um Hospital infanto-juvenil do câncer.