Publicidade
Manaus
Cotidiano, Haitianos, refugiados, migração, FMT, FVS/AM, Mutirão de Saúde

Mutirão de saúde em Manaus atende mulheres haitianas

Grupo abrigado no Centro foi submetido a coleta de sangue e testagem rápida de algumas doenças, além de receber orientações sobre atendimento de saúde  11/02/2012 às 12:58
Show 1
Coleta de sangue foi feita no abrigo juntamente com testes rápidos para algumas doenças
Síntia Maciel e Milton de Oliveira Manaus

Coletas de sangue e testes rápidos para identificar doenças como sífilis, hepatites e AIDS foram algumas das ações realizadas na manhã deste sábado (11), na Obra São Francisco de Assis, localizada no Centro de Manaus, onde estão hospedadas mais de 40 mulheres haitianas – das quais 16 estão grávidas -, durante um mutirão de saúde realizado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS/AM), Fundação Alfredo da Matta e Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD).

De acordo com o médico Marcos Lacerda, da FMT, os trabalhos realizados neste sábado com as haitianas, mais que identificar doenças, seria para orientar as mulheres, para quais unidades de saúde elas podem se encaminhar em busca de atendimento médico adequado, e onde estão localizadas tais unidades, uma vez que a maioria não conhece a cidade.

Ainda segundo ele, a partir deste mutirão o grupo passará a ter um acompanhamento das três entidades envolvidas no mutirão.

O resultado das coletas de sangue realizadas no abrigo – também conhecido como “Casa das Mulheres” -, está previsto para sair na próxima semana, ocasião em que será realizada uma aplicação de vacinas, contra tétano e febre amarela nas haitianas.

Apesar do lugar contar com 41 mulheres hospedadas, 50 haitianas foram atendidas, pois algumas eram oriundas de outros abrigos.