Publicidade
Manaus
Manaus

‘Na nossa administração não vai ter corrupção’, diz Pauderney

Em entrevista para a rádio Nova A Crítica FM, Avelino anunciou propostas para setores como educação, saúde, saneamento básico, transporte público e mobilidade urbana 03/10/2012 às 12:33
Show 1
Se eleito, Pauderney Avelino promete transformar a administração municipal de Manaus
acritica.com Manaus (AM)

O candidato à Prefeitura de Manaus, deputado federal Pauderney Avelino (DEM), da coligação 'Renova Manaus', foi o último a participar da série de entrevistas com os prefeituráveis promovida pela rádio Nova A Crítica FM, emissora integrante da Rede Calderaro de Comunicação, na manhã desta quarta-feira (3). Os candidatos a prefeito da capital amazonense puderam apresentar propostas para ajudar na decisão do eleitor manauara, na eleição municipal. 

Pauderney aproveitou o tom do discurso para dizer que ganhará o pleito no segundo turno e que a sua gestão se valerá de transparência.  

“Na nossa administração não vai ter corrupção. Vai ser transparente”, colocou o candidato, confiante que vai vencer as eleições municipais, no segundo turno. “O cenário que eu tenho é que vou pro segundo turno. Sou candidato para cuidar da nossa cidade”, ponderou.

Ao ser questionado sobre as suas declarações feitas no debate promovido pela RCC- TV A Crítica, contra o presidente nacional do PR, o ex-ministro dos Transportes (que deixou o cargo após denúncias de corrupção), senador Alfredo Nascimento, o prefeiturável disse: “Eu acho que me pronunciei no debate muito bem. O Alfredo não fez nada aqui, se fez, foi mal feito”.

Promessas

Avelino anunciou propostas para setores como educação, saúde, saneamento básico, transporte público e mobilidade urbana.

Na área da saúde ele prometeu que ampliará e qualificará programas de cuidados básicos paras as famílias, com médicos enfermeiros e assistente ssociais. Ele também disse que vai manter o ‘Leite do Meu Filho’, programa criado pela gestão atual, lançado em agosto de 2011.

Entre as sua promessas está a de modernizar o sistema de transporte público que será gerido pela prefeitura, conforme disse o candidato do DEM. “Eu vou jogar tudo que ta aí fora, pra recomeçar um novo sistema. Vamos fazer terminais de ônibus modernizados. A gestão passará a ser da prefeitura”, prometeu.

De acordo com o candidato, o mesmo vale para o problema da falta de água em Manaus, ao ser questionado sobre a solução definitiva que terá para resolver a questão.

“Não tem solução milagrosa. A solução é intervir na gestão”, disse o candidato e condenou o Programa Água para Manaus (Proama) ao dizer que o sistema não tem viabilidade. “O Proama não é viável, porque foi caro. A empresa terá que investir R$ 36 milhões sobre R$ 360 milhões que foram investidos. Ela não quer pagar”, colocou.

Entrevistas 

1-Luiz Navarro (PCB) 21/09/12

2- Sabino Castelo Branco (PTB) 24/09/12

3- Jerônimo Maranhão (PMN) 25/09/12

4- Vanessa Grazziotin (PCdoB) 26/09/12

5- Artur Neto (PSDB) 27/09/12

6- Serafim Correa (PSB) 28/09/12

7- Herbert Amazonas (PSTU) 01/10/12

8-Henrique Oliveira (PR) 02/10/12

9- Pauderney Avelino (DEM) 03/10/12