Publicidade
Manaus
Manaus

Na nova composição da CMM, quinze vereadores são estreantes na legislatura

A nova composição da CMM tem 15 parlamentares que exercerão, pela primeira vez,  um mandato político. Outros nove são ex-deputados estaduais ou federais que voltam à cena política pelas mãos dos eleitores manauaras 30/12/2012 às 10:02
Show 1
Articulação de organizações sociais tenta assegurar, na CMM, mandatos de vereadores que garantam direitos
Kleiton Renzo Manaus, AM

Dos próximos 41 membros da da Câmara Municipal de Manaus (CMM), que serão empossados na  terça-feira, mais da metade (24), são de novos vereadores em relação à legislatura que termina amanhã. A nova composição da CMM tem 15 parlamentares que exercerão, pela primeira vez,  um mandato político. Outros nove são ex-deputados estaduais ou federais que voltam à cena política pelas mãos dos eleitores manauaras.

O PTN, com cinco vereadores novatos, foi o partido que ganhou a maior bancada na CMM para o quadriênio 2013-2017. Foram eleitos Jairo da Vical, Rosivaldo Cordovil, Francisco Miranda, Luiz Felipes e Geraldo Ribeiro. Em seguida aparece o PSDB, do prefeito eleito Artur Neto, que elegeu quatro vereadores. Bosco Saraiva e Plínio Valério, que já foram vereadores; e Rozenha, que inaugura a carreira parlamentar. Também reelegeu Mário Frota. O PSD, do governador Omar Aziz, reelegeu Isaac Tayah, Doutor Gomes e Luiz Mitoso;  e emplacou o novato Hiram Nicolau, irmão do presidente da Assemblei Legislativa do Amazonas (ALE-AM), Ricardo Nicolau (PSD).

Outra mudança no perfil dos vereadores foi o retorno de representantes da Educação no parlamento, com a eleição de seis vereadores ligados à área: Therezinha Ruiz (DEM), Jacqueline Coelho (PPS), Samuel Mendonça (PPS), os petistas Rosilene Matos (PT) e Bibiano Simões (PT), e o vereador Everaldo Farias (PV), que atuou na Secretaria de Educação (Seduc), na gestão do ex-secretário Gedeão Amorim.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa)