Publicidade
Manaus
TRANSPORTE

No dia de votação, frota de ônibus é reduzida em 30% em Manaus

A SMTU informou que a frota começou a funcionar com 1300 veículos na rua na manhã de hoje. No entanto, com a queda da demanda, o serviço foi reduzido 06/08/2017 às 14:02
Show  nibus 1
A média de espera fica em torno de 40 minutos em diversas áreas da Zona Norte de Manaus (Foto: Gilson Melo)
Geizyara Brandão e Silane Souza Manaus (AM)

A baixa procura por transporte público na manhã deste domingo (6) fez com que a Superintendência de Transportes Urbanos Municipais (SMTU) reduzisse a frota de 100% para 70%, que equivale aos ônibus que circulam nos dias de sábado. Os eleitores que precisam do sistema de transporte coletivo para chegar às zonas eleitorais reclamam da demora dos ônibus.

A média de espera fica em torno de 40 minutos em diversas áreas da Zona Norte de Manaus. 

O pedreiro João Lúcio Rodrigues dos Santos, 48, disse que ficou uns 45 minutos esperando o coletivo no Terminal de Integração 4, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste. "Está pior do que em dia normal. O ônibus demorou para passar na vinda e tem demorado ainda mais para passar na volta. Se a frota toda tivesse rodando seria mais rápido com certeza", afirmou.

A universitária Bianca Galvão da Silva, 35,  acredita que a frota não opera 100% neste domingo. "Fiquei mais de 1 hora esperando o 442 no T4 para vir votar e agora estou quase esse mesmo tempo esperando para voltar para casa. No domingo que venho a igreja não é assim".  

A falta da gratuidade no transporte coletivo também é alvo de reclamação. "Nem todo mundo vota do lado de casa. Eu me mudei e para exercer a minha cidadania tenho que pegar pelo menos dois ônibus para ir e dois para voltar", disse o auxiliar de mecânica Clenilson Trindade

Alteração

O superintendente da SMTU, Ronaldo Brito, afirmou que a frota foi alterada."Nós começamos a operar a frota de ônibus do dia útil de 1300 veículos na rua, no entanto a partir das 9h30, como houve uma queda na demanda nós reduzimos a frota", disse

Estão circulando por Manaus 870 ônibus. De acordo com o superintendente o problema com atraso não se deu pela redução da frota, mas por pane mecânica em alguns ônibus.

A preocupação é com a troca de turno de motoristas e cobradores que pode resultar no atraso das saídas dos veículos da garagem. Conforme informações do superintendente, se houver necessidade mais veículos voltarão a realizar o transporte coletivo.