Publicidade
Manaus
Manaus

Nova Delegacia do Turista não possui policial bilíngue

Em meio à carência de profissionais bilíngues na polícia, Manaus vive a temporada de cruzeiros na qual são esperados 27 navios que devem trazer mais de 30,5 mil turistas 17/11/2012 às 10:05
Show 1
Nova unidade da Polícia Civil foi aberta há três dias para atender visitantes
A Crítica Manaus, Am

 A Delegacia Especializada em Crimes Contra o Turista (DECCT), inaugurada há três dias, no porto privatizado de Manaus não conta com policiais bilíngues. O turista estrangeiro que for assaltado ou quiser fazer um boletim de ocorrência (B.O) terá que pedir ajuda aos servidores da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) para se comunicar com a polícia.

Ao contrário do posto instalado no aeroporto internacional Eduardo Gomes que funciona 24 horas, a DECCT do porto só opera em horário comercial de 8h às 18h. A delegacia do turista no porto também só conta com dois policiais civis. No aeroporto Eduardo Gomes são dois investigadores e o delegado de plantão. No local, o B.O é feito em inglês e em outras línguas porque todos os policiais lotados na delegacia falam dois ou mais idiomas.

Em meio à carência de profissionais bilíngues na polícia, Manaus vive a temporada de cruzeiros na qual são esperados 27 navios que devem trazer mais de 30,5 mil turistas. Na temporada passada, o Amazonas recebeu 25.658. O aumento deste ano representará um crescimento de 18,93% no número de visitantes que têm como entrada na cidade o porto.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).