Publicidade
Manaus
Economia, Suframa, Distrito Industrial, Desempenho Industrial, Polo Eletrônico

Novembro foi o melhor mês do desempenho industrial do PIM

Com faturamento médio mensal chegando a R$ 6 bilhões, já é possível afirmar que o ano de 2012 fechará acima de R$ 70 bilhões, superando o melhor ano do PIM, que foi 2011 10/01/2013 às 12:09
Show 1
Setor de Duas Rodas foi o segundo a recrutar mais mão-de-obra em 2012
acritica.com Manaus

Em um ano de crise internacional, com baixo crescimento nas principais economias do globo, o Polo Industrial de Manaus (PIM) apresentou, de janeiro a novembro de 2012, incremento de 6,6% no faturamento em relação ao mesmo período de 2011.

Os indicadores de desempenho do setor, divulgados pela Suframa, mostram que, no acumulado do ano, as indústrias incentivadas da Zona Franca de Manaus faturaram R$ 67,9 bilhões.

Com faturamento médio mensal chegando a R$ 6 bilhões, já é possível afirmar que o ano de 2012 fechará acima de R$ 70 bilhões, superando o melhor ano do PIM, que foi 2011.

Em dólar, o PIM atingiu a marca de US$ 3,65 bilhões em novembro de 2012. Em termos absolutos, o faturamento é menor que os US$ 3,98 bilhões de novembro de 2011 (melhor faturamento mensal, em dólar, na história).

No entanto, a moeda americana se valorizou 15% no período. Assim, em termos comparativos (US$ 3,98 bilhões – 15% = US$ 3,38 bilhões), o faturamento do ano passado (US$ 3,65 bilhões) seria 8,2% melhor do que o de 2011.

A valorização do dólar também tem um lado positivo para o modelo: o incremento das exportações em real. Os 11 primeiros meses de 2012 comparados aos 11 primeiros de 2011 apresentam melhoria de 22,63%, registrando mais de R$ 1,5 bilhão exportado pelas indústrias do Polo Industrial de Manaus.

Em real, o faturamento de novembro chegou a R$ 7,5 bilhões, o maior faturamento mensal já registrado pela Suframa. O recorde anterior pertencia a agosto do ano passado, quando as indústrias do PIM faturaram R$ 7,3 bilhões. 

O valor alcançado no penúltimo mês do ano passado representa aumento de 5,64% em comparação com novembro de 2011, quando o total de faturamento foi de R$ 7,1 bilhões, atual terceira maior marca mensal da história. O resultado também representa um incremento de 6,99% em relação ao mês anterior (outubro). 

Subsetores e empregos
Vários subsetores contribuíram com o recorde histórico de novembro de 2012.  O subsetor Eletroeletrônico, por exemplo, faturou R$ 2,96 bilhões, aumento de 9,10% em comparação com novembro de 2011 (R$ 2,68 bilhões) e 7,18% a mais ante outubro do ano passado (R$ 2,73 bilhões).

No acumulado de janeiro a novembro de 2012, o subsetor  alcançou a marca de R$ 24,06 bilhões, superando em 9,59% o valor atingido no mesmo período do ano anterior.

Outro destaque foi o subsetor de Informática. Com faturamento de R$ 936 milhões, ficou com 49,04% acima do faturamento de novembro de 2011.

No acumulado dos onze meses do ano do ano passado supera em 27,07%  ao acumulado de janeiro a novembro de 2011 (R$ 8 bilhões em 2012 contra R$ 6,1 bilhões em 2011).

Outros subsetores que apresentaram destaque em novembro foram: Bebidas (R$ 64,5 milhões), Termoplástico (R$ 309,6 milhões),  Relojoeiro (R$ 158,2 milhões) e  Mecânico (R$ 513,4 milhões).

Quanto à  mão de obra,  o PIM empregou, em novembro, 123.323 pessoas. Tal desempenho foi o segundo melhor do ano e o segundo melhor novembro do PIM, só perdendo para 2011. No acumulado de 2012, a média de empregos chegou a 120.264 em novembro.

O setor que mais emprega é o Eletroeletrônico, com 51.691 trabalhadores (ante 49.888 de novembro de 2011), seguido do de Duas Rodas, com 20.279 (contra 21.122 de novembro de 2011).