Publicidade
Manaus
Manaus

Novo concurso público da Seduc deve oferecer mais de 5 mil vagas

A expectativa é que o certame ofereça esta quantidade de vagas e tenha uma dimensão próxima do concurso realizado pela Secretaria em 2011 22/03/2013 às 06:50
Show 1
Novo concurso público da Seduc deve ser em outubro de 2012
Adan garantizado ---

A Secretaria de Estado da Educação do Amazonas (Seduc) deve fazer um novo concurso público entre outubro deste ano e março de 2014. A expectativa é que o certame ofereça cerca de 5 mil vagas tenha uma dimensão próxima do concurso realizado pela Secretaria em 2011, onde foram ofertados mais de 7 mil cargos.

Foi o que disse nesta quinta-feira (21) o diretor do departamento de gestão de pessoas da Seduc, Newton Petri. Segundo ele, um estudo que vai identificar as demandas da rede pública de ensino do Estado será elaborado no segundo semestre, após a divulgação do Censo Escolar. O diretor da Secretaria de Estado da Educação aproveitou também para comentar uma denúncia recebida por A CRÍTICA.

Algumas pessoas aprovadas e que tiveram os nomes homologados no concurso de 2011, no município de Manacapuru não foram nomeadas para assumir os cargos. Enquanto isso, a Seduc abriu processos seletivos simplificados (PSS) para vagas temporárias, o que causou ainda mais revolta dos concursados. Segundo Newton, o número de homologados e aprovados foi superior ao de vagas oferecidas em alguns casos. “Todas as vagas ofertadas no certame foram preenchidas. O restante formou uma espécie de cadastro reserva”, explicou.

Petri também confirmou a existência de processos seletivos para suprir vagas temporárias, que não estavam previstas no edital do concurso de 2011. “As vagas de PSS são para preencher, por exemplo, o lugar de quem está licenciado do cargo. Outra demanda grande é para vagas de 20 horas. Os professores de Manacapuru prestaram concurso para vagas de 40 horas. Antes do novo concurso, verificaremos se existem demandas para os cargos onde ainda há gente esperando. Se houver, nomearemos estas pessoas”, afirmou.