Publicidade
Manaus
Manaus

Novo prefeito de Coari é mantido em lista de fichas sujas

Ministra do Supremo negou pedido do prefeito, Adail Pinheiro (PRP), para suspender uma condenação dele no Tribunal de Contas da União 01/11/2012 às 08:37
Show 1
Adail Pinheiro é um dos prefeitos eleitos com registro de candidatura sob análise no TSE
Mariana Lima ---

O prefeito eleito de Coari, Adail Pinheiro (PRP), teve negado o pedido de liminar (decisão provisória) para excluir o nome dele da lista de contas reprovadas do Tribunal de Contas da União (TCU). A sentença, publicada na terça-feira (30), foi assinada pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber.

A decisão do TCU, que Adail tenta suspender por meio de um mandado de segurança, foi uma das provas usadas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) para impugnar o registro de candidatura dele. A impugnação foi rejeitada pela juíza de Coari, Sabrina Ferreira, e pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). O MPE recorreu e o caso está sendo analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Adail Pinheiro é um dos cinco prefeitos eleitos no Amazonas que aguardam o julgamento de recursos pelo TSE sobre o registro de candidatura. Os outros quatro são: Washington Régis (PMDB), de Manacapuru; Abraham Lincoln (PSD), de Codajás; Antônio Lima (PSD) de Boca do Acre; e Raimundo Sampaio (PMDB), de Autazes.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).