Publicidade
Manaus
Manaus

O amor que se renova todo dia

"Joguei tudo o que tinha na minha vida comprando a maior rotativa do Norte do país, informatizei o jornal, construí um prédio de 5000m2, investi nos recursos humanos, garanti empregos" 19/04/2012 às 09:54
Show 1
A Crítica de Umberto Calderaro
Jornal A Crítica Manaus

“Dediquei a minha juventude, a minha segunda idade e o resto dos meus dias à defesa deste Estado, que amo e que me teve como berço. A Zona Franca está ai, queiram ou não. Fui o primeiro e sou, até hoje, um seu ferrenho defensor. Quando indústrias e comerciantes liquidaram suas firmas em momentos de incertezas e foram para outras plagas usufruir seus milhões de dólares adquiridos em Manaus, senti a necessidade de dar uma demonstração de otimismo e confiança em nossa Terra. Joguei tudo o que tinha na minha vida comprando a maior rotativa do Norte do país, informatizei o jornal, construí um prédio de 5000m2, investi nos recursos humanos, garanti empregos. Quando todos estavam pessimistas quanto ao futuro, dei uma lição de bom filho, de bom amigo, de bom companheiro do meu querido Amazonas”.

Umberto Calderaro Filho