Publicidade
Manaus
Cotidiano, Obras, Bumbódromo, Seinfra, Parintins

Obras de ampliação do Bumbódromo iniciam neste mês, em Parintins (AM)

A Seinfra prevê a conclusão dos serviços de adequação e ampliação do Centro Cultural de Parintins para o mês de junho de 2013. A obra custará R$ 32 milhões 11/08/2012 às 19:55
Show 1
Novo bumbódromo deverá ficar pronto em junho de 2013 e custará R$ 32 milhões aos cofres públicos
Jonas Santos Manaus

As obras de ampliação do Centro Cultural de Parintins, o “Bumbódromo” do município de Parintins – localizado a 325 quilômetros de Manaus - começarão neste mês de agosto. A empresa SH Engenharia e Construções Ltda, vencedora da licitação,  instalou um escritório e  a montagem de equipamentos e materiais no canteiro de obras para iniciar a contratação de operários. “A prioridade para a contratação de operários é que sejam moradores de Parintins”, disse a secretária de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Waldívia Alencar. 

A Seinfra prevê a conclusão dos serviços de adequação e ampliação do Centro Cultural de Parintins para o mês de junho de 2013, o ano em que os bumbás Garantido e Caprichoso celebrarão 100 anos de fundação. A obra custará R$ 32 milhões.

 No projeto está prevista a ampliação da capacidade de público dos atuais 12,2 mil para 17,5 mil lugares. A área destinada aos torcedores não pagantes será o setor que mais ganhará espaço. Dos 7,5 mil lugares existentes as arquibancadas passarão a atender 10 mil lugares, banheiros e um bar.

No novo bumbódromo serão construídos 43 novos camarotes e 1,5 mil novos assentos na arquibancada especial. Esses camarotes ficarão todos localizados na parte frontal da arena. Desse modo, as frisas laterais serão retiradas. O setor de camarotes ficará assim distribuído: camarotes de autoridades e patrocinador, centrais, de arena e Vips de nível 01 e nível 02. O acesso será por elevadores e escadas rolantes.

O prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia (PSDB), disse que os recursos injetados no município aquecerão a economia com geração de emprego e renda.

“É uma obra importante porque o Bumbódromo é o símbolo do festival e a sua reconstrução irá abrir a contração de no mínimo 500 empregos diretos”, disse. Para facilitar as transmissões do festival, será construída uma passarela técnica de som e iluminação que será fixada a 15 metros de altura - sobre a arena - em uma estrutura em arco com vão livre de 110 metros.

Todas as novas áreas terão projetos de acessibilidade para portadores de necessidades especiais.