Publicidade
Manaus
Cotidiano, Polícia, SNPH, Coronel Luiz Gonzaga

Oficial da PM baleado em assalto deve sair do hospital em 10 dias

De acordo com o boletim médico, o coronel Luiz Gonzaga deverá ter a medicação à base de antibióticos suspensa na próxima quinta (23), e alta prevista até o dia 31 deste mês  21/08/2012 às 15:50
Show 1
O Coronel Luiz Gonzaga foi atingido com três tiros no abdómen
acritica.com Manaus

Dentro de dez dias o tenente coronel Luiz Gonzaga da Silva Júnior, deve deixar o hospital, conforme o  boletim divulgado nesta terça-feira (21) à tarde, pela assessoria de comunicação da Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias (SNPH), de onde ele é diretor.

Conforme o documento, o oficial apresenta um quadro médico bastante favorável, e os médicos que o acompanham propõem a alta médica para os próximos 10 dias. O restante da recuperação deve ocorrer na residência do paciente.

Ainda de acordo com o boletim, Luiz Gonzaga encontra-se sem febre, pressão arterial normalizada e se recuperando bem da cirurgia na alça do intestino e da reparação de um vaso sanguineo. O pontos cirúrgicos já foram retirados.

Na próxima quinta-feira (23) pela parte da manhã, informa ainda o boletim, os antibióticos serão suspensos.

O documento também relata que Luiz Gonzaga já se alimenta com o uso das próprias mãos e arrisca alguns passos com a ajuda da esposa. A fala ainda ocorre com dificuldade devido ao tempo em que passou respirando por aparelhos, enquanto estava em coma. A recuperação desta área da garganta é lenta, mas considerada normal.

O oficial foi baleado no último dia 4, ao reagir a um assalto, em uma padaria, localizada na Zona Norte de Manaus.