Publicidade
Manaus
Manaus

Oito DIPs serão integrados ao programa 'ronda no bairro' em Manaus

Segundo o secretário executivo do programa, major Amadeu Soares, 4.470 policiais civis e militares já estão treinados e alguns deles já estão atuando na Zona leste 26/06/2012 às 07:22
Show 1
Lançamento do programa que foi implantado na Zona Norte em fevereiro: expectativa é de que até o final do ano, todos as regiões da cidade sejam contempladas
Joana Queiroz Manaus

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) está dando os retoques finais nos oito Distritos Integrados de Polícia (Dips) da Zona Leste que serão integrados ao programa Ronda no Bairro e que está previsto para ser lançado no próximo dia 5 de julho. “Estamos concluindo as obras dos Dips para colocarmos o programa para funcionar”, anunciou o secretário executivo do programa, major Amadeu Soares.

Segundo Soares, 4.470 policiais civis e militares já estão treinados e alguns deles já estão atuando na Zona leste. Duas novas delegacias estão sendo construídas e deverão ficar prontas até o dia 15 do próximo mês. As que já existiam, estão sendo adequadas para receber o Ronda no Bairro. Todas serão equipadas com novas tecnologias e equipamentos.

Homicídios e roubos
Além do tráfico de drogas, os crimes de homicídio e roubo também são altos na Zona Leste. Segundo o secretário, a coordenação do programa Ronda no Bairro está concluindo um levantamento feito sobre os locais de venda de droga e de seus responsáveis.

“O tráfico de droga proporciona a prática de outros crimes como o homicídio, roubos e assaltos”, disse Amadeu Soares.  Ele espera o mesmo resultado obtido na Zona Norte da cidade, onde a população tem colaborado, informando quem são os traficantes que atuam no bairro, ajudando a polícia nas investigações e prisões.

Resultado positivo
O comandante da Polícia Militar, coronel Almir David, destacou a satisfação da população da Zona Norte com o programa Ronda no Bairro. Segundo ele, essa é a maior prova de que o programa está dando certo. Esse é o mesmo resultado que está sendo esperado das demais zonas onde o Ronda no Bairro vai ser implantado.

O Ronda no Bairro Zona Leste vai ter como Base o Centro Integrado de Segurança Pública (Cis), localizado na avenida Grande Circular, bairro Jorge Teixeira. O mesmo prédio vai abrigar a delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Por conta disso, o 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) vai ser instalado na sede onde atualmente funciona a DEHS.

O secretário Amadeu Soares informou ainda que logo depois da Zona Leste, o programa será implantado nos bairros da Zona Centro-Sul. A ideia é que até o final deste ano o programa seja lançado em toda cidade. “O Governo do Estado está trabalhando para isso, investindo na contratação de mais policiais e na compras de equipamentos e construção de prédios”, disse.

Viaturas
Nesta segunda-feira (25) também foi feita a entrega de 13 novas viaturas adquiridas pela Secretaria de Segurança Pública, que serão encaminhadas à Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), ao Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública (IESP) e ao programa Formando Cidadão. Eles foram adquiridos por meio de convênios com o Governo Federal que totalizam cerca de R$ 954 mil.

Redução de homicídios chega a 26%
A Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgou a estatística criminal do quarto mês de atuação do Ronda no Bairro na Zona Norte, apontando a redução em 26% do número de homicídios na área, segundo dados mais recentes.

A estatística apontam ainda que as prisões em flagrante aumentaram em 6% nos quatro meses, quando 337 infratores foram mandados para cadeia. A apreensão de armas também teve número positivo: aumentou em 21%, já que 116 foram retiradas de circulação.

Também durante a solenidade, policiais civis e militares que se destacaram em ações policiais foram homenageados com diplomas e brindes. O secretário executivo do programa, coronel Amadeu Soares, disse que essa é uma forma de reconhecer o desempenho do policial que atua na Zona Norte.

Segundo o secretário executivo, hoje o policial que integra o programa é reconhecido e respeitado pela população da área em que atua pelo serviços que são prestados. “Antes as pessoas tinham medo da polícia. Hoje, elas os chamam para conversar sobre os problemas da comunidade, sobre as denúncias que querem fazer e também para agradecê-lo”, disse.

Combate ao tráfico
Para o coronel Amadeu Soares, o grande desafio dos policiais que vão trabalhar no Ronda no Bairro da Zona Leste é combater a ação de traficantes de droga que atuam nesses locais, da mesma forma que está sendo feito nos bairros da Zona Norte, coma colaboração da população.

113 Pessoas foram presas em flagrante nos bairros da Zona Norte, nos primeiros quatro meses do programa Ronda no Bairro.

10 Bairros integram a Zona Norte. Até o início deste ano, o local era considerado a zona mais violenta da cidade, conforme os números da Secretaria de Segurança pública.