Publicidade
Manaus
Manaus

Operação da Semmas fiscaliza poluição sonora em bares e postos de gasolina em Manaus

A operação contou com o apoio do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana, Implurb, Secretaria Municipal de Economia e Finanças (Semef), Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab) e Conselho Tutelar 25/03/2012 às 16:05
Show 1
A blitz teve início pela Praça do Eldorado, na Zona Centro-Oeste, antes de seguir para os postos de gasolina
acritica.com Manaus

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) realizou a "Operação Select", na madrugada deste domingo (25), com o objetivo de combate à poluição sonora em bares e postos de gasolina, e aumentou o rigor no cumprimento da legislação ambiental no tocante à prática da poluição sonora. O foco da ação são os postos de gasolina que insistem em permitir a venda de bebida alcoólica e a presença de veículos tunados estacionados em seus pátios.

A operação contou com o apoio do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana, Implurb, Secretaria Municipal de Economia e Finanças (Semef), Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab) e Conselho Tutelar. A blitz foi a segunda realizada este ano.

Foram lavrados 43 autos de notificação (veículos que estavam nos postos visitados, mas com equipamento de som desligado), oito autos de apreensão e depósito (5 veículos e 3 mesas de som), 9 autos de infração (cinco veículos, três bares e um posto).

Os veículos autuados foram aqueles flagrados com som ligado, contribuindo para a perturbação do sossego público. A blitz teve início pela Praça do Eldorado, na Zona Centro-Oeste, antes de seguir para os postos de gasolina. Três estabelecimentos foram autuados por ausência de licença ambiental e poluição sonora. Em todos eles, havia som ao vivo e as mesas de som foram apreendidas.

A Praça do Eldorado é um dos locais que apresentam maior frequência de denúncias junto ao 08000-92-2000 (Linha Verde da Semmas). Cada estabelecimento foi autuado em 51 UFM (Unidades Fiscais do Município).

A fiscalização prosseguiu em direção aos postos de gasolina, indo primeiro ao Posto Shell, da Estrada da Ponta Negra, em frente à Igreja da Restauração. O estabelecimento é reincidente em denúncias de poluição sonora e teve a sua loja novamente autuada e interditada pelo Implurb e pela Semmas.

De acordo com o diretor de Fiscalização da Semmas, Norberto Magno, a primeira operação realizada na madrugada do domingo (18) teve a finalidade de orientar os estabelecimentos a não permitirem a concentração de veículos fazendo barulho e causando transtorno público.

“Dessa vez, aumentamos o rigor da ação e  com o apoio do Manaustrans fizemos a retenção dos veículos flagrados com som ligado em alto volume para que pudessem ter os equipamentos sonoros removidos”, afirmou o diretor, lembrando que a fiscalização será enérgica também com os postos, que poderão ter suas lojas lacradas em caso de reincidência. Dois veículos foram removidos do local.

A operação seguiu para outro posto, o Equador, da Estrada do Aeroporto, que também é alvo constante de denúncias. No local, haviam mais de 150 veículos estacionados e foi registrado o maior número de notificações. Para impedir que os veículos fugissem do local, as saídas foram fechadas pelo comboio.

Um cavalo mecânico de uma carreta foi apreendido. O veículo estava equipado com quatro cornetas, três auto-falantes e quatro twites. Uma caminhonete equipada com caixas de som também foi apreendida. À medida que iam sendo notificados, os demais veículos foram liberados.

Na notificação, o condutor do veículo é alertado a evitar a permanência em postos de gasolina ou via pública utilizando o seu som ou contribuindo para a perturbação do sossego público. O último posto visitado foi o Shell da Alameda Cosme Ferreira, por volta das 3h35. No local, um veículo foi removido ao Parqueamento do Manaustrans e outros dez foram notificados.