Publicidade
Manaus
Manaus

Operação de combate à dengue inspecionou mais de 7,6 mil imóveis em Manaus

A operação tem o objetivo principal de reduzir a proliferação do mosquitoda dengue, no período de intensificação das chuvas em Manaus 14/12/2012 às 17:25
Show 1
Equipes visitam residências em Manaus para orientar a população sobre o combate à dengue
acritica.com Manaus

As equipes da “Operação Impacto de Combate à Dengue”, coordenadapela Prefeitura de Manaus, visitaram mais de 7,6 mil imóveis nas zonasrural e urbana de Manaus, no período de 10 a 13 deste mês, quandotiveram início as ações de campo, que são estratégicas para combatero mosquito transmissor da doença, na sua fase de larva. Nesta sexta-feira (14), as equipes estão percorrendo mais de 10 localidades, emdiferentes zonas da capital.

O secretário municipal de saúde, FranciscoDeodato, estima que na próxima semana cerca de 10 mil imóveis deverãoser visitados nos bairros Amazonino Mendes I, Jorge Teixeira, Tarumã eParque 10.Executada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a “OperaçãoImpacto de Combate à Dengue” conta com a parceria das ForçasArmadas e da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), do Governodo Estado.

A Operação teve início em 5 de dezembro. Nos dias 6 e 7,foram realizados os treinamentos dos parceiros, para identificação eeliminação dos criadouros do mosquito transmissor da dengue, o Aedesaegypti. Francisco Deodato explica que a operação foi planejada paraser executada no prazo de 90 dias, devendo alcançar mais de 326,5 milimóveis, com a mobilização inicial de 2,2 mil agentes públicos, entre civis emilitares.

A operação tem o objetivo principal de reduzir a proliferação do mosquitoda dengue, no período de intensificação das chuvas em Manaus. Deodato ressalta que a população é a principal parceira da operação.

“Estamos emperíodo propício para a proliferação do Aedes aegypti, portanto, pedimosa colaboração das pessoas para que permitam a entrada dos agentes emsuas casas e os ajudem a identificar e eliminar os depósitos das larvasdo mosquito”, frisa. É importante, também, diz ele, que a população adotecomo rotina a inspeção do ambiente doméstico, seguindo as orientaçõesrepassadas pelos agentes, durante as visitas. As ações de campo estãopriorizando, inicialmente, 25 bairros, onde há áreas consideradas de médioe alto risco para a transmissão da doença, considerando o resultado doúltimo Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti(LIRAa).

Outra medida intensificada pela Operação Impacto é a borrifação espacial(o chamado fumacê), uma ação complementar no combate ao mosquito,em sua fase adulta. Para tirar dúvidas ou denunciar a existência de locaiscom possíveis focos do mosquito da dengue, a população pode ligar parao Disk Saúde (0800 280-8-280) ou enviar uma mensagem para o endereçoeletrônico dengue@pmm.am.gov.br .

Com informações da assessoria.