Publicidade
Manaus
Polícia, Eleições 2012, Operação Lei Seca, Polícia Civil do Amazonas

Operação Lei Seca em Manaus apresenta balanço positivo

No segundo turno das eleições a Polícia Civil deverá adotar o mesmo esquema de atuação, utilizado neste final de semana 08/10/2012 às 16:44
Show 1
Bares, casas noturnas e restaurantes foram alvos da Operação Lei Seca, em Manaus
acritica.com Manaus

O final de semana das eleições em Manaus teve uma redução de 55% no índice de criminalidade, em relação aos demais finais de semana, de acordo com a avaliação do Delegado Geral de Polícia Civil Josué Rocha e os coordenadores da Operação Lei Seca, delegado adjunto Mário Aufiero e o Diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegado Emerson Negreiros, que fizeram uma balanço geral da atuação da polícia nas eleições, nesta segunda-feira (8).

Nenhum caso de acidente de trânsito, motivado por consumo alcoólico, foi registrado durante o final de semana. Segundo eles, 92% dos bares notificados pela polícia durante a operação, permaneceram fechados durante os três dias da Operação Lei Seca.

No domingo (7), dia das Eleições, um total de 22 ocorrências foram registradas nos dois pontos designados para receber os casos envolvendo crimes eleitorais. No Ginásio Poliesportivo São José, o “Zezão”, localizado no bairro São José, Zona Leste de Manaus foram registradas 17 ocorrências, das quais nove resultarem em Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO). Os demais casos foram um registro de desordem, além de boca de urna, votação múltipla e corrupção de eleitor que foram transferidos para a Polícia Federal.

No Ginásio Amadeu Teixeira, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, apenas quatro casos de boca de urna e um outro de desordem foram verificados.

No segundo turno das eleições a Polícia Civil deverá adotar o mesmo esquema de atuação, utilizado neste final de semana.