Publicidade
Manaus
Manaus

Orçamento do município de Manaus para 2013 está estimado em R$ 3,4 bilhões

O orçamento global da Prefeitura de Manaus para o exercício de 2013 deve ser de R$ 3,4 bilhões, sendo mais de R$ 2,1 bilhões captados do tesouro municipal (recursos próprios) 09/10/2012 às 20:44
Show 1
Vista aérea da cidade de Manaus
acritica.com Manaus

O orçamento global da Prefeitura de Manaus para o exercício de 2013 deve ser de R$ 3,4 bilhões, sendo mais de R$ 2,1 bilhões captados do tesouro municipal (recursos próprios). A proposta orçamentária do próximo ano foi fechada nesta terça-feira (09), após audiência pública, na qual secretarias e órgãos municipais apresentaram suas propostas de investimentos.

Os números divulgados pela Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), mostram um orçamento 13% mais robusto que o exercício anterior. O subsecretário de Planejamento da pasta, Lourival Praia, disse que até o dia 30 de outubro a Lei Orçamentária Anual (LOA) deverá ser encaminhada para avaliação da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

De acordo com lei orçamentária, o maior investimento do município para o próximo ano será voltado para a área da educação. A previsão é que a Secretaria Municipal de Educação (Semed) administre recursos de R$ 998,7 milhões – quase 29% do orçamento municipal. Segundo o subsecretário de planejamento da Semef, os recursos previstos para a Semed em 2013 cresceram mais de 32% em comparação com o ano anterior.

A segunda maior fatia do orçamento será investida na saúde da população de Manaus. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) apresentou projetos orçamentários da ordem de R$ 625,5 milhões para 2013 – 12% maior que orçamento do exercício anterior.

Em infraestrutura, a Prefeitura deve investir R$ 492,9 milhões. Segundo os projetos apresentados pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), entre as prioridades estão o sistema de transporte coletivo e conservação do sistema viário, onde serão destinados R$ 217,2 milhões.

“Depois da audiência, nosso próximo passo é formalizar a lei orçamentária e encaminhar à apreciação da Câmara até o final deste mês. A expectativa é que o legislativo vote o orçamento em dezembro deste ano”, observou o subsecretário de Planejamento da Semef, Lourival Praia.

*As informações são da Secretaria de Comunicação do Município (Semcom).