Publicidade
Manaus
Cotidiano, Segurança, Carnaval 2012, SSP/AM

Organizadores de bandas de rua, em Manaus, são orientados sobre segurança no Carnaval

Durante reunião, secretário de Segurança Pública, ressaltou a obrigação dos organizadores em atender determinadas normas nas folias momescas 08/02/2012 às 08:38
Show 1
Organizadores de festas foram orientados pelo CPA Sul em como proceder para evitar confusões nas bandas de rua
acritica.com Manaus

Aproximadamente 100 festas deverão ser realizadas em Manaus – a maioria delas nas Zonas Sul, Oeste e Centro -, durante o período de carnaval, de acordo com estatísticas da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP/AM), a partir da demanda de pedidos de autorização, recebidos pelo órgão.  

O titular da SSP/AM, coronel PM Paulo Roberto Vital, ressalta que os organizadores têm obrigação de evitar a venda de churrasco em espeto e de bebidas alcoólicas em garrafas de vidro, conforme portaria conjunta dos órgãos envolvidos com o Carnaval, editada pela SSP por intermédio do Gabinete de Gestão Integrada (GGI).

“Não seguir essas regras e recomendações é colocar em risco as pessoas que estão se divertindo”, disse.

O comandante de Policiamento Metropolitano da PM, coronel George Chaves, recomenda aos foliões que evitem o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, exposição de dinheiro e de objetos de valor em público, além de brigas e discussões.

“É importante também estar acompanhado de pessoas de confiança e, em hipótese alguma, aceitar bebidas de pessoas desconhecidas”, alertou o coronel.

Chaves informou ainda que, em qualquer situação de perigo, o cidadão deve procurar um policial mais próximo ou ligar para 190.

“Em todos os locais que pediram autorização para realizar festas o policiamento será reforçado. Mas, é importante que a população também adote medidas básicas de segurança”, disse.

As principais ocorrências registradas pela Polícia Militar nos eventos carnavalescos, de acordo com o coronel George Chaves, são roubos, furtos e brigas, além do consumo e tráfico de drogas.

“Cada CPA (Comando de Policiamento de Área) estará monitorando e reforçando o policiamento nos bairros para coibir tais crimes”, afirmou.

Nessa terça-feira (7) à tarde, o comandante do CPA Sul da PM, tenente-coronel Franclides Ribeiro, se reuniu com 30 organizadores de bandas para passar orientações para os dias de festas nos bairros daquela zona da cidade.

“A ideia da reunião foi conscientizar os organizadores sobre as regras de segurança e a estratégia de policiamento para garantir a integridade física de foliões e da população”, disse.

Neste ano, nove órgãos das esferas municipal, estadual e federal são responsáveis por emitir as licenças necessárias para a realização de festas de Carnaval e por fiscalizar o cumprimento das normas acordadas no Gabinete de Gestão Integrada (GGI) entre seus representantes.