Publicidade
Manaus
Manaus

Pacientes da FCecon participam de programação especial da “Semana da Criança”

Cerca de 50 crianças fizeram a festa durante as comemorações alusivas ao Dia das Crianças no hospital do câncer em Manaus 11/10/2012 às 16:34
Show 1
Os palhaços fizeram a alegria da criançada na festa de Dia das Crianças da FCecon
acritica.com Manaus

Cerca de 50 crianças portadoras de câncer participaram das comemorações alusivas ao Dia Das Crianças, promovidas por profissionais e voluntários das Organizações não Governamentais (ONGs) que atuam na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), entre segunda e esta quinta-feira (11/10), com foco na humanização. A data é lembrada em todo o País em 12 de outubro.

O resultado dos três dias de programação que incluiu brincadeiras, teatro e música, pôde ser observado no sorriso estampado no rosto de cada criança portadora de câncer em tratamento na instituição. As atividades iniciaram na segunda-feira, com reunião organizada pelo Serviço de Psicologia da FCecon. Na terça-feira foi a vez da Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc), em parceria com a Rede Feminina de Combate ao Câncer, dar continuidade à programação, a qual foi encerrada, nesta quinta, com evento organizado pelo grupo Amigos da Saúde.


Participaram também o Grupo de Apoio às Mulheres Mastectomizadas da Amazônia (Gamma), com Teatro de Fantoches; o Anjos da Enfermagem, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com um grupo de palhaços voluntários; o Grupo de Apoio à Criança com Câncer (Gacc), com apresentação de dança protagonizada por meninas com idade até dez anos. Os eventos tiveram, ainda, distribuição de brinquedos, lanches e muitas brincadeiras.

 ONGs

Segundo a coordenadora do projeto Amigos da Saúde - o qual envolve acadêmicos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), com o apoio do Governo do Estado -, farmacêutica Carla Braga, o grupo, criado em 2005, começou atuando em nove unidades da capital e, hoje, está presente em 47, com 50 profissionais da psicologia e assistência social e 250 universitários. “Acho que a gente vem trazer um pouco de amor, carinho e alegria a essas crianças portadoras de câncer”, destacou.

Para a acadêmica do 5º período de enfermagem da Ufam, Prisca Lunieree, 23, conhecida pela criançada como “anjo Kika”, participar do Anjos da Enfermagem é um presente, já que, para ela, o sorriso de uma criança “não tem preço”.


“Onde a gente chega, as crianças, desde o corredor, começam a chamar a gente para brincar e participar”, comentou. Ela explica que o interesse pelo grupo surgiu a partir da divulgação da seleção para o projeto, em março deste ano e, como ela já estava inserida em outro trabalho social, decidiu participar.

“Não tem retorno maior do que ver o sorriso de uma criança. Quando estamos caracterizados, já aparece aquela alegria no rosto da criança e quando ela começa a interagir com a gente, é uma felicidade muito grande, principalmente porque sabemos que ela vai voltar para a casa um pouco mais alegre por nossa conta”, avaliou.

Esperança

Ana Paula Damares da Silva, mãe do pequeno Gabriel, de apenas 9 anos, paciente da FCecon há 11 meses, fala da importância deste tipo de iniciativa para as crianças que enfrentam a doença e cita como exemplo o próprio filho, diagnosticado com um tumor no cérebro após uma convulsão.


De acordo com ela, as atividades ajudam as crianças a enfrentarem da melhor forma o câncer, com mais segurança e esperança de cura durante o tratamento. “Pode ver que as crianças estão todas alegres. Esse trabalho é muito importante para elas, que passam por esse tratamento tão cedo”.

Ela agradeceu o apoio que vem recebendo das ONGs, em especial ao Amigos da Saúde. “Tenho recebido muito apoio de todas essas ONGs. Não tenho do que reclamar, nem da FCecon, pois aqui, desde a enfermeira até os médicos, tratam meu filho muito carinho”, concluiu.