Publicidade
Manaus
Manaus

Para deputado, PMs do Amazonas não devem ser obesos

A discussão sobre o peso e altura dos policiais militares será ampliada, já que existe um projeto de lei que prevê nova estatura aos PMs 08/03/2012 às 19:51
Show 1
Nova turma de policiais durante formatura em Manaus
acritica.com ---

“Na minha avaliação, de nada adianta um policial com 1,80m, mas obeso, ficar nas ruas, como vemos todos os dias, em todos os lugares. Então, se não podemos ter um policial com menos de 1,65m, também não podemos ter policial obeso, como critério de avaliação”. Essa é a opinião do deputado Vicente Lopes (PMDB), sobre projeto do colega Luiz Castro (PPS), propondo a redução da altura exigida aos candidatos para ingresso na Polícia Militar do Amazonas.

O projeto de Luiz Castro propõe alteração da exigência da PM nos concursos públicos, que hoje é de 1,65m para homens e 1,60 para mulheres e acabou retirado de pauta hoje, na reunião da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). Caso a proposta seja aprovada, a exigência passa a ser de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres, a exemplo do que acontece no Exército e na PM de outros Estados, segundo justificativa de Luiz Castro.  O presidente da CCJ, Belarmino Lins (PMDB), diante da falta de consenso dos integrantes da Comissão, concordou que o assunto seja discutido com o comando da PM e outras autoridades, antes de voltar à pauta de votação.

“Como não há convergência, a Comissão achou por bem não votar esse projeto antes de uma discussão envolvendo a Procuradoria Geral do Estado, a cúpula da Polícia Militar e até buscando informações junto às Forças Armadas, uma vez que as polícias militares são auxiliares das Forças Armadas. É uma discussão que precisa ser aprofundada, para que possamos construir juízo de valor e julgar se realmente procede ou não essa exigência feita pela Polícia Militar do Amazonas”,  explica Vicente Lopes, para quem é preciso ter vocação par a a exercer a função policial.

“Entendo que, para ser policial militar, primeiro é preciso ter vocação para ser militar e não apenas vislumbrar ali uma oportunidade de trabalho. A pessoa tem de gostar, querer exercer a profissão. Segundo, é preciso ter preparação, lá na escola, no que diz respeito a atividades físicas. Porque se exigimos maior estatura, temos de avaliar a questão da obesidade”, diz Vicente Lopes. O deputado Chico Preto (PSD) é o relator do projeto e partiu dele a ideia de convidar autoridades do Comando Milita da PM para discutir o assunto na CCJ. Além de Belarmino Lins, Vicente Lopes, Chico Preto e Luiz Castro, o deputado Orlando Cidade (PTN) também faz parte da CCJ.