Publicidade
Manaus
RANKING VERGONHOSO

Para usuários do Waze, Manaus é a segunda pior cidade do país para dirigir

O resultado consta da prévia da pesquisa  'Waze Satisfaction Index', feita mundialmente. Capital amazonense só perde para Florianópolis 03/11/2017 às 16:57
Show img0017444506
Trânsito pesado é um dos principais problemas enfrentados pelo motorista manauara (Foto: Evandro Seixas)
acritica.com Manaus

Manaus é a segunda pior cidade do Brasil para dirigir - pelo menos na opinião dos usuários do aplicativo Waze, um dos mais utilizados por motoristas no País. O resultado consta da prévia da pesquisa  'Waze Satisfaction Index', feita mundialmente.

Foram analisados dados de 39 países e 217 cidades para criar uma única nota, que varia de satisfatório (10) a péssimo (1). No Brasil, Manaus, com nota final de 4,21, só fica atrás de Florianópolis (SC), com o índice de 3,98.  João Pessoa (PB), com nota 4,58,  Belém (PA) , com 4,66, e Vitória (ES), com 4,75, completam o ranking das cinco piores.

A prévia da pesquisa foi divulgada nesta sexta-feira, mas a íntegra do conteúdo ainda não está disponível, conforme a assessoria do Waze no Brasil.

O Índice revela que as cinco melhores cidades para dirigir no Brasil estão no interior do estado de São Paulo: Atibaia, São José do Rio Preto, Grande Campinas, Sorocaba e Taubaté, todas também presentes entre as melhores no relatório do ano passado.

Veja outros destaques:

São José do Rio Preto, Jacareí e Piracicaba são as três cidades com o melhor tráfego no Brasil

A região da Grande São Paulo, foi a única região do país, que obteve 10 em Serviços ao Motorista (como acesso a postos de gasolina e boas opções de estacionamento). Rio de Janeiro e Grande Campinas também se destacaram nesse atributo

Goiânia obteve a pontuação máxima (10) em "Perigos Reportados"

Natal é a cidade da região nordeste com melhor colocação em Segurança nas Vias

Brasília, Atibaia e Belo Horizonte se destacam no atributo "Qualidade das vias".

O que a pesquisa considera

Muitos índices de tráfego avaliam apenas um único fator quantificável, como tempo no tráfego. O Driver Satisfaction Index mede seis atributos qualitativos e quantitativos para fornecer um panorama sobre a experiência geral dos motoristas em cidades e países em todo o mundo. 

Nível de trânsito (quão frequentes e quão ruins são os congestionamentos)

Segurança nas vias (como número de acidentes, condições climáticas)

Qualidade das vias e infraestrutura

Serviços ao motorista (como acesso a postos de gasolina e boas opções de estacionamento)

Fator Econômico e Social (como acesso a carros, aumento ou baixa dos preços de gasolina)

“Wazyness”, que representa o quão boa (ou ruim) é a rede de Wazers em termos de ajuda aos colegas motoristas.