Publicidade
Manaus
Manaus

Parintins prorroga situação de emergência por mais 90 dias

O município, localizado a 420 quilômetros da capital, ainda sofre com os efeitos do que foi classificada como a maior enchente dos últimos cem anos no Amazonas 04/09/2012 às 16:11
Show 1
Parte da população de comunidades localizadas em Parintins teve que ser transferida para outros locais em decorrência da cheia do rio Amazonas
Ana Carolina Barbosa Manaus

A Prefeitura de Parintins (a 420 quilômetros de Manaus) prorrogou, por meio de decreto, a situação caracterizada como de emergência do município por mais 90 dias em decorrência dos efeitos da enchente na cidade, a qual possui 102 mil habitantes e uma área territorial de 5.952 quilômetros quadrados, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A enchente de 2012 foi a maior dos últimos cem anos registradas no Estado, atingindo quase que a totalidade dos municípios amazonenses.

O Decreto nº080ª/2012, assinado pelo prefeito Bi Garcia, foi publicado no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas, nesta terça-feira (04/09). Entre as considerações feitas pelo prefeito municipal estão o fato de a cidade estar abalado com “o grande nível do Rio Amazonas” e “o estado de vulnerabilidade das áreas afetadas”, além dos “consideráveis prejuízos materiais das famílias residentes nessas localidades”.

O prefeito explica no texto que, muito embora a Defesa Civil do município tenha se empenhado em reduzir os efeitos da cheia, ainda há famílias que precisam ser retiradas de áreas inundadas, o que pede a continuidade das providências já adotadas de modo a reduzir prejuízos e garantir a segurança da população.

Durante o período de pico da enchente, no mês de junho, 12 bairros de Parintins ficarão debaixo d´água e 2,7 mil famílias foram afetadas.