Publicidade
Manaus
Manaus

Parlamentares do AM devem sugerir mudanças em pontos ‘obscuros’ do Código Florestal

A bancada amazonense deve sugerir modificações em questões relativas às Áreas de Preservação Permanente (APP’s), topos de morros e plano de manejo 06/03/2012 às 13:52
Show 1
Eduardo Braga, Pauderney Avelino e Vanessa Grazziotin são os melhores entre os 11 amazonenses, segundo pesquisa do Diap, que mede a atuação no Congresso
Joelma Muniz Manaus

A bancada federal do Amazonas aproveitou o adiamento da votação do novo Código Florestal pela Câmara dos Deputados, para se reunir nesta terça-feira (6). De acordo com o deputado federal Pauderney Avelino (DEM), os parlamentares devem sugerir algumas alterações em pontos polêmicos do projeto nos próximos dias.

Segundo o democrata, a bancada deve sugerir modificações em questões relativas às Áreas de Preservação Permanente (APP’s), topos de morros e plano de manejo.

“A bancada considerou que estes pontos estão um tanto ‘obscuros’, e precisam ser melhorados. Como a votação deverá ser realizada na próxima semana, temos esse tempo para formular nossas sugestões”, ressaltou Avelino.

Votação adiada
O Projeto do novo Código Florestal tem recebido a desaprovação de ambientalistas, e deveria ter tido sua redação votada em sessão da Câmara dos Deputados em Brasília nesta terça-feira (6), a informação foi confirmada pelo seu relator, deputado Paulo Piau (PMDB-MG) para a mídia nacional.

Protestos
A Fundação SOS Mata Atlântica, juntamente com a Rádio Eldorado e Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável iniciam nesta terça-feira manifestação em Brasília contra a aprovação do Projeto do novo Código Florestal. O protesto faz parte da ação nacional “Mangue faz a Diferença”.