Publicidade
Manaus
Manaus

Passeata por segurança é realizada durante enterro de mototaxista em Manaus

Segundo familiares da vítima, o objetivo da ação é pedir justiça aos suspeitos de envolvimento com o crime e segurança para a categoria. 18/03/2013 às 11:51
Show 1
Familiares do mototaxista assassinado em frente ao Instituto Médico Legal (IML)
acritica.com Manaus, AM

Aproximadamente trinta mototaxistas participaram de uma passeata no fim da manhã desta segunda-feira (18), durante o cortejo fúnebre de Carlito Assunção dos Santos, 37, morto na madrugada de domingo (17). Segundo familiares da vítima, o objetivo da ação é pedir justiça aos suspeitos de envolvimento no crime e segurança para a categoria.

O crime aconteceu na rua 8 do Conjunto Cidadão 10, bairro Tarumã, Zona Oeste. Carlito morreu depois de ser atingido com um tiro no peito disparado por Valter Maquiné dos Santos, 38, que acabou preso por policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), com o comparsa João Albuquerque Albano, 43,

O homicídio teria sido motivado por uma briga que começou em um bar na Comunidade Campos Salles. Um mototaxista teria paquerado a mulher de Valter que revoltado de ciúmes pegou a arma e perseguiu um grupo da categoria. Depois de jogar o carro contra a vítima, ele atirou e atingiu Carlito.

O suspeito ainda chegou a dar mais um disparo para o alto e depois sumiu em um veículo modelo Siena, de cor preta, placas NOX-4789, que era locado para o Estado. João era motorista comissionado da Casa Militar e o mesmo foi afastado do cargo após a prisão e será exonerado.