Publicidade
Manaus
Manaus

Peças de painel eletrônico são retiradas da Câmara Municipal de Manaus

O presidente da CMM, vereador Bosco Saraiva, fez questão de destacar a economia que o Legislativo municipal está assegurando com a readequação do antigo equipamento 31/01/2013 às 17:04
Show 1
A empresa precisou ser notificada para retirar as peças do painel eletrônico da CMM
acritica.com Manaus

Após duas notificações, a empresa Imply promoveu na manhã desta quinta-feira, 31 de janeiro, a retirada dos 23 volumes que compõem o novo painel eletrônico adquirido no ano passado pela Câmara Municipal de Manaus (CMM), cuja aquisição foi cancelada há mais de 15 dias pelo presidente da Casa, vereador Bosco Saraiva (PSDB), em função da liminar concedida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) que em dezembro determinou a suspensão de todos os efeitos da licitação destinada a aquisição do equipamento, avaliado em R$ 990 mil.

O trabalho de adequação do painel antigo para que funcione com os dados dos novos vereadores deverá iniciar na próxima semana, quando dois técnicos da empresa localizada no Rio Grande do Sul deverão chegar a Manaus para iniciar os ajustes.

Novos módulos serão instalados no equipamento a fim de possibilitar o seu funcionamento. Para promover a mudança, a Câmara Municipal de Manaus deverá investir R$ 34 mil. O valor será dividido em três parcelas. A CMM já possui um contrato de manutenção com a Imply que receberá um aditivo para custear a instalação das novas peças no antigo equipamento.

O presidente da CMM, vereador Bosco Saraiva, fez questão de destacar a economia que o Legislativo municipal está assegurando com a readequação do antigo equipamento.

“Deixamos de gastar R$ 990 mil. Essa é uma prova clara de que a compra do novo equipamento era absolutamente desnecessária. Nosso custo será de R$ 34 mil que serão necessários para as despesas com os módulos e demais peças que serão instaladas no antigo equipamento”, disse Bosco Saraiva. 

Com informações da assessoria da CMM.