Publicidade
Manaus
Manaus

Pedestres se arriscam e abandonam passarela da Djalma Batista

Pedestres voltaram a se arriscar em meio aos carros e o trânsito intenso da avenida para atravessar no espaço aberto  01/12/2012 às 08:43
Show 1
Pedestre se arriscam na travessia entre as duas margens da Djalma Batista
Florêncio Mesquita ---

Um das telas do gradil com cem metros instalado para obrigar pedestres a atravessarem na passarela, na avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul, foi arrancada há 11 dias em um acidente de trânsito. Desde o acidente, pedestres voltaram a se arriscar em meio aos carros e o trânsito intenso da avenida para atravessar no espaço aberto

Segundo o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), o condutor foi identificado e terá que arcar com os custos da recolocação da grade. Ele se comprometeu a reparar os danos.

A tela foi deixada sobre o canteiro central da avenida encostado na estrutura que não foi danificada. Com o espaço aberto, pedestres que poderiam atravessar em segurança sobre uma das duas passarelas que existem no local preferem passar de um lado a outro da via, se desviando de carros e desafiando o perigo. Não é preciso observar durante muito tempo para ver a quantidade elevada de pessoas que preferem atravessar pelo espaço recém aberto. Apenas durante 5 minutos, dez pessoas, entre homens e mulheres com crianças no colo passaram pelo local.

Risco de acidente é minimizado

Os pedestres afirmam que as passarelas ficam longe e por isso é mais fácil correr o risco de atropelamento que andar alguns metros a mais até o local de travessia segura. As pessoas reclamam da dificuldade para de acesso ao outro lado da via por meio da distância entre as passarelas. Antes da instalação das grades, os motoristas precisavam reduzir a velocidade para não atingir os pedestres que ficavam sobre o canteiro central da avenida, o que causava retenção. Segundo o motorista André Rocha, 32, após a colocação do gradil a fluidez do trânsito melhorou apesar de ainda ser intenso no local.

O gradil foi instalado pela direção do Amazonas Shopping por recomendação do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). O intuito era conduzir os pedestres a usarem a passarela construída na frente do centro de compras garantindo a segurança da travessia.

Na avenida Darcy Vargas, primeira via a receber a gradil em setembro do ano passado, os pedestres continuam atravessando em meio aos carros. Os pedestres evitam a passarela e se arriscam para atravessar a via entre num espaço entre tabajaras que existem ao lado da grade.