Publicidade
Manaus
Manaus

Período eleitoral pode prejudicar análise do novo Plano Diretor na Câmara de Manaus, diz parlamentar

“A chegada do Plano Diretor é sem duvidas uma ótima noticia, mas me preocupa o tempo que será destinado pela Casa para apreciar o projeto de forma a prestigiar todos os seus aspectos”, ressaltou presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da CMM, lembrando que possivelmente o esboço do Plano receberá pedido de urgência de tramitação, solicitado pelo prefeito da cidade Amazonino Mendes (PDT) 15/03/2012 às 07:53
Show 1
Mário Frota destacou em conversa com a reportagem de Acrítica.com, ser o projeto de reformulação do Plano Diretor de Manaus, o mais importante dos projetos recebido pela Casa no último dois anos de trabalho
JOELMA MUNIZ Manaus

Para o presidente da principal comissão da Câmara Municipal de Manaus, a de Constituição, Justiça e Redação, vereador Mário Frota (PSDB), a chegada do projeto do novo Plano Diretor de Manaus, á Casa pode encontrar algumas dificuldades, já que segundo o parlamentar coincidi com o ano eleitoral, onde a maioria dos parlamentares está envolvida com outras atividades.

“A chegada do Plano Diretor é sem duvidas uma ótima noticia, mas me preocupa o tempo que será destinado pela Casa para apreciar o projeto de forma a prestigiar todos os seus aspectos”, ressaltou, lembrando que possivelmente o esboço do Plano receberá pedido de urgência de tramitação, solicitado pelo prefeito da cidade Amazonino Mendes (PDT).

“Tenho quase certeza que o prefeito fará com esse projeto o que tem feito com os outros do Executivo. Ele deve pedir pedido de urgência na tramitação, o que significa apenas 30 dias de apreciação por nós vereadores”, disse, emendado, “De pronto afirmo que se isso acontecer votarei contra a tramitação em urgência”.

Mário Frota destacou em conversa com a reportagem de Acrítica.com, ser o projeto de reformulação do Plano Diretor de Manaus, o mais importante dos projetos recebido pela Casa no último dois anos de trabalho.

 Já o vereador da base aliada, Homero de Miranda Leão (PHS), o projeto em nada deve ser afetado pelo período eleitoral. “Temos que parar com esse pensamento. O parlamentar deve saber aliar política e trabalho. A casa não pode parar ainda mais se tratando do projeto que desenha uma nova Manaus, e pelo que tenho conversado com o presidente do Implurb, o Plano Diretor atende a todas as necessidades da cidade”, disparou.