Publicidade
Manaus
Manaus

Pesquisa realizada nos DIPS da Zona-Norte apresenta 72% de satisfação

Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (SEPLAN) realizou pesquisa de satisfação entre os usuários dos serviços disponíveis nos Distritos Integrados de Polícia (DIPs). E constatou que nas quatro unidades pesquisadas, localizadas na Zona-Norte de Manaus, os cidadãos se mostraram satisfeitos com o atendimento, mas que ainda há pontos a serem melhorados. Este indicativo vai orientar o governo no investimento correto para a melhoria dos locais. 11/07/2012 às 16:19
Show 1
O crime está sendo investigado pelo 6º DIP
acritica.com ---

Os Distritos Integrados de Polícia (DIPs) localizados na zona Norte de Manaus, obtiveram 72% de satisfação no conceito dos usuários. Em pesquisa realizada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (SEPLAN), nos primeiros dois meses do ano, a maioria dos entrevistados classificou o atendimento como sendo ótimo (56%) e bom (16%). O lvantamento de dados tem por objetivo verificar as dificuldades enfrentadas no dia a dia das delegacias e investir em políticas que direcionem as atividades

A pesquisa avaliou quatro DIPs (6°, 13°, 15° e 18°). Na classificação geral, o 13º DIP apresentou o maior índice de satisfação (30%), em segundo lugar ficou o 18° DIP (29%), em terceiro, o 6° DIP (21%). Em seguida, veio o 15° DIP (19%).

O estudo também apontou o Boletim de Ocorrência (B.O.) como o serviço mais procurado nas delegacias pelos cidadãos desta zona (82%), seguido das audiências (8%) e de outros serviços (6%), além dos que não responderam à pesquisa (4%).  Os pontos avaliados na pesquisa foram a satisfação, o atendimento e a infra estrutura dos Distritos Policiais e outros aspectos como:  tempo de espera no atendimento, causas que influenciam nesse tempo, a resposta positiva que o cidadão encontrou para as suas necessidades, comentários e sugestões.

Na dimensão cortesia e respeito, focando na satisfação do atendimento, o 18° ficou em primeiro lugar em satisfação com 73% positivo. As principais sugestões apontadas pelos usuários do sistema estão relacionadas à demora no atendimento e a capacitação dos auxiliares administrativos para agilizar o registro das ocorrências. 

Segundo o Delegado Geral, Josué Rocha, a pesquisa é um instrumento importante para a Polícia Civil, porque mostra o retrato do que é real.  “Alguns DIPs precisam melhorar o atendimento. Esta é a razão pela qual vamos demandar uma atenção com o propósito de melhorar esses problemas, alvo de reclamações”.

 Na dimensão Produtividade e Bons Serviços, o percentual de tempo hábil para atendimento foi positivo para 65% dos entrevistados. O 18° DIP ficou novamente em primeiro lugar ( 88%), em segundo ficou o 13° DIP (70%), seguido do 15° DIP(65%) e do 6° DIP (26%).

A infra estrutura do espaço físico das delegacias foi abordada nos seguintes quesitos: agradabilidade, limpeza e adequabilidade ao atendimento da população. Aproximadamente 82% dos cidadãos se mostraram satisfeitos, 11% insatisfeitos e 7% não responderam a pesquisa.  O 18° DIP ficou em primeiro lugar com 67%, em segundo ficou o 15°DIP com 58%, o 13° DIP com 53% e o 6° DIP com 37%.

As pessoas se mostraram satisfeitas com o serviço prestado pela Polícia Civil nos últimos meses. Houve uma evolução positiva no quadro de atendimento e um ambiente agradável, com infra estrutura essencial para o funcionamento.