Publicidade
Manaus
Manaus

Pesquisa revela que moradores têm hábitos alterados por conta da violência em Manaus

Segundo Ministério da Justiça, 83,9% dos manauaras adotaram outras postura 24/07/2012 às 08:20
Show 1
Alguns cidadão resolveram não mais sair de casa com medo de serem vítimas
jornal a crítica Manaus

A onda de violência registrada em Manaus está transformando o cotidiano dos habitantes da cidade. É o que aponta a pesquisa do Ministério da Justiça sobre mudança de hábitos dos cidadãos para se manterem seguros da criminalidade nas 26 capitais e no Distrito Federal.

Os dados coletados em Manaus indicam que 83,9% da população evitam sair à noite ou chegar tarde em casa, para se manter longe dos atos de violência.

Uma profissional liberal, que preferiu não se identificar, diz que tem medo de dirigir à noite em virtude de uma tentativa de assalto sofrida por um parente próximo.

“Meu tio estava saindo de casa para o trabalho, de manhã cedo. Foi quando um carro branco se aproximou e um dos dos homens apontou uma arma para ele. Desesperado, ele gritou e saiu correndo, abaixado e conseguiu entrar em casa. Fiquei tão abalada que desde esse dia prefiro sair de casa para o trabalho e pouco tenho saído com os amigos”, disse.

Para a psicóloga Aline Amazonas, não se pode dizer que Manaus está sofrendo um comportamento fóbico. “É um comportamento de mal estar; um comportamento de medo, isso coíbe o indivíduo e cria um comportamento excitativo. Para tentar contornar, é preciso manter os as regras de segurança indicadas pela polícia como não andar desacompanhado, circular por locais que você conheça, evitar ruas escuras e perigosas em horários mais tarde da noite.

Trauma
No último dia 16, A CRÍTICA publicou matéria mostrando a realidade de famílias que estão sendo obrigadas a mudar de endereço, profissão e até de escola para preservar a vida e escapar da ação de bandidos. Todas as famílias entrevistadas afirmaram estar traumatizadas.