Publicidade
Manaus
Cotidiano, Pesquisa, Doenças Tropicais, FMT

Pesquisas sobre malária no AM serão feitas em parceria com instituto alemão

Fundação de Medicina Tropical de Manaus assinou convênio técnico com o instituto alemão Bernhard Nocht for Tropical Medicine 01/03/2012 às 14:01
Show 1
Diretor presidente do BNITM, Roff Horstmann observa a diretora da FMT-HVD, Graça Alecrim, assinando o acordo técnico
acritica.com Manaus

Um termo de cooperação técnica assinado entre a Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e o instituto alemão Bernhard Nocht for Tropical Medicine (BNITM), com o objetivo de ampliar as ações de cooperação internacional na área de ensino e pesquisa de malária, permitindo a implementação do projeto "Saúde na Floresta", que prevê o desenvolvimento de pesquisas junto às comunidades ribeirinhas.  

A partir do acordo, pesquisadores da FMT-HVD e do BNITM poderão, em parceria, desenvolver estudos clínicos de observação; treinar cientistas e estudantes de pós-graduação em estudos na área de doenças infecciosas; realizar testes para inserção de novos métodos de diagnóstico e tratamento da malária, entre outras ações, conforme destaca a diretora presidente da FMT-HVD, Graça Alecrim.

"Trata-se de mais uma ação importante, no âmbito das parcerias internacionais da FMT, que virá contribuir para o desenvolvimento de novas pesquisas sobre malária e para formação de profissionais", destacou.

Pelo convênio caberá à FMT proporcionar a infraestrutura e equipes para os estudos clínicos da parceria, coordenar os trabalhos realizados na instituição, além de orientar os pesquisadores estrangeiros nas pesquisas promovidas por meio do acordo.

Pesquisadores vinculados ao programa de pós-graduação da FMT também poderão desenvolver pesquisas de malária no instituto internacional, que apoiará a certificação dos candidatos, em nível de Mestrado e Doutorado, junto à Universidade de Hamburgo, cidade onde fica a sede da instituição alemã.

O BNITM deverá apoiar, ainda, a aquisição de fundos para estudos e ensaios clínicos na FMT, além de auxiliar no treinamento técnico de profissionais, segundo padrões internacionais de Boas Práticas Clínicas e Laboratoriais.

O diretor presidente do BNITM, Roff Horstmann, afirmou que os estudos que serão realizados em Manaus serão fundamentais para a validação de testes in vitro, que poderão dar suporte aos avanços na área de apoio diagnóstico e tratamento da malária, especialmente nas regiões endêmicas do Brasil e de países do continente africano e sudeste asiático.

O BNITM é considerado o centro de referência alemão para infecções tropicais e emergentes. O órgão internacional dispõe de um orçamento anual de 12 milhões de euros, para ações de ensino e pesquisas voltadas para doenças como malária, tuberculose, leishmaniose, Doença de Chagas, HIV/Aids, febres hemorrágicas, entre outras.

Roff Horstmann ressalta que a FMT é uma das duas instituições brasileiras com as quais o BNITM está estreitando parcerias técnico-científicas. Ele adianta que o instituto também está em tratativas com a Fundação Oswaldo Cruz, do Rio de Janeiro, para formulação de trabalhos conjuntos.