Publicidade
Manaus
Manaus

PF prende mais um acusado de corrupção eleitoral no Amazonas

O candidato a vereador de Maués se deslocava pelo rio Paraconi quando foi abordado pela Polícia Federal e preso em flagrante  05/10/2012 às 18:35
Show 1
Município de Maués, distante a 276 quilômetros de Manaus
acritica.com Manaus

A Polícia Federal (PF) prendeu, no início da tarde, um candidato a vereador no município de Maués (a 276 quilômetros de Manaus), cujo nome não foi revelado, com a quantia de R$ 3,5 mil. Ele seguia em uma embarcação de pequeno porte para uma comunidade próxima à cidade, pelo rio Paraconi, e foi preso em flagrante sob a acusação de tentativa de corrupção eleitoral.

No barco, informou a assessoria da PF, estava material de campanha dele e do candidato à Prefeitura de Maués, Júnior Leito (PDT), sobrinho do deputado estadual Sidney Leite (DEM).

Ainda segundo a polícia, ele está sendo autuado neste momento e sua fiança será estabelecida em R$ 3,5 mil. O dinheiro relativo à fiança já chegou ao local e o candidato aguarda apenas a finalização da autuação para ser liberado. O valor apreendido será encaminhado à Justiça Eleitoral.

Outras apreensões

A Polícia Federal também formalizou, na noite de ontem, o flagrante de dois homens e uma mulher por corrupção eleitoral, além de apreender material irregular.

Os acusados foram surpreendidos pela Comissão de Fiscalização da Propaganda Eleitoral do TRE-AM, quando realizavam o cadastro de vários eleitores com a promessa de pagamento de R$30 para votar do candidato a vereador David Reis, em Bairro da Zona Norte de Manaus, utilizando um automóvel como escritório.

Em seguida foram conduzidos à sede da Polícia Federal onde os três foram autuados. Com o pagamento das fianças, estipulado no valor de R$3.732, para cada um, totalizando R$11.196, os acusados foram liberados.