Publicidade
Manaus
Manaus

Plano de gestão de Artur será apresentado em 10 de janeiro

Ex-senador Artur Neto foi eleito com 603.483 votos, superando em 31,90 pontos percentuais a segunda colocada no pleito, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) 28/10/2012 às 20:51
Show 1
Artur Neto concede entrevista após o resultado das urnas em Manaus
Ana Carolina Barbosa Manaus

Dia 10 de janeiro próximo o prefeito eleito de Manaus, Artur Virgílio Neto (PSDB), anunciará seu plano de gestão para o ano de 2013 além das medidas a serem executadas durante seus primeiros cem dias de governo.

A informação foi divulgada há alguns minutos, durante coletiva na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), pouco após a conclusão da apuração dos votos do segundo turno em Manaus.

O ex-senador Artur Virgílio Neto (PSDB) foi eleito com 65,95% dos votos válidos, o equivalente a 603.483 votos, prefeito de Manaus pelos próximos quatro anos, superando em 31,90 pontos percentuais a segunda colocada no pleito, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB). Em números reais, o tucano teve 291.876 votos a mais que a comunista.

Na coletiva, Artur aproveitou para anunciar que o economista Rodemarkc Castelo Branco estará à frente da equipe de transição, a qual terá cinco membros, e que trabalhará nos próximos meses, junto à atual gestão, para levantar informações dentro da Prefeitura de Manaus que servirão para atualizar o tucano sobre o que ele encontrará ao assumir como chefe do executivo.

Arthur solicitará para 20 de novembro o início dos trabalhos da equipe de transição. Os outros quatro membros serão escolhidos até o próximo sábado. Já a composição do secretariado “será anunciada após o Natal”, disse Artur, ao afirmar que vai procurar trabalhar em consenso com o presidente da mesa diretora da Câmara Municipal de Manaus (CMM). “Encaminharei a reforma administrativa à Câmara em janeiro”, destacou o tucano, lembrando que, a exemplo do que ele vinha ressaltando em seu programa eleitoral, será necessário “enxugar a máquina”.

Contratos

Artur também garantiu, na ocasião, que os contratos vigentes na prefeitura serão auditados e, em 90 dias, apresentará a real situação do executivo municipal. Ele também afirmou que reapresentará projetos como o Bus Rapid Transit (BRT) à presidente Dilma Rousseff (PT) e ao governador Omar Aziz (PSD) até fevereiro, por entender que são viáveis e necessários à cidade.

Ao final da coletiva, Artur agradeceu o apoio dos candidatos derrotados no primeiro turno e que manifestaram apoio, no segundo turno, à sua candidatura, Pauderney Avelino (DEM), Serafim Corrêa (PSB) e Henrique Oliveira (PR), e também à sua família e equipe de campanha, assim como, ao seu vice, Hissa Habrahão (PPS). “O que interessa é o futuro do povo de Manaus, mas vamos cuidar disso juntos”, disse, dirigindo-se a Hissa.