Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia apresenta quadrilha que explodiu caixa eletrônico em Manaus

Dois deles, Francisco Soares de Lima Junior, o “Pit Bull” 24 e Clauvisson Manfredi Pereira, o “Cabeça”, 21, possuem passagem pela polícia pelos crimes de roubo e são naturais de Porto Velho – RO. 09/04/2012 às 12:09
Show 1
Ezequiel Duarte Santana, 31, Francisco Soares de Lima Junior, o “Pit Bull” 24 e Clauvisson Manfredi Pereira, o “Cabeça”, 21, foram apresentados na manhã desta segunda-feira (9) na DRCO
acritica.com Manaus

Policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) apresentaram na manhã desta segunda-feira (9), três homens que integravam uma quadrilha especializada em assalto a caixas eletrônicos. Eles foram presos em flagrante na madrugada desse domingo (8) com o apoio da Força Especial de Resgate e Assalto (FERA), e Delegacia Especializada em Roubo Furtos e Defraudações, (Derfd).

Todos foram presos logo após explodirem um caixa eletrônico do Banco Itaú, que ficava ao lado do prédio do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), localizada na Rua Visconde de Porto Alegre, com Rua Doutor Machado, bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul. 

Os envolvidos são os policiais militares Robson Cascais de Souza, 31 e Yvan Mendes da Costa, 38, Ezequiel Duarte Santana, 31, Francisco Soares de Lima Junior, o “Pit Bull” 24 e Clauvisson Manfredi Pereira, o “Cabeça”, 21.

Francisco e Clauvisson possuem passagem pela polícia pelos crimes de roubo e são naturais de Porto Velho – RO.

Segundo a delegada titular da DRCO, Emília Ferraz, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar de Rondônia entrou em contato com a Divisão informando que Francisco e Clauvisson estariam chegando a Manaus na quarta-feira (4), ao qual passaram a ser monitorados pelo DRCO.

De acordo com a polícia, na noite do último dia 7, a divisão recebeu uma denúncia anônima informando que dois veículos com atitudes suspeitas estavam circulando continuamente nas proximidades do caixa eletrônico.

De posse das informações, uma equipe se deslocou até o local informado para apurar a denúncia, momento em que a quadrilha explodiu um caixa eletrônico usando bombas de dinamite. Os suspeitos, ao ver a ação policial, tentaram fugir, mas foram detidos e presos em flagrante.

Com eles foram apreendidos dois veículos, sendo um Corsa Classic Sedan, de cor verde, placa JXV-7435, e um Eco Sport preto, de placa JXP-5638, R$ 60.470 em espécie, R$ 1.110 em notas danificadas com a explosão, e dois pés de cabra.

Em revista a residência dos suspeitos, foram apreendidos cinco aparelhos celulares, joias, duas botijas de gás oxigênio, uma TV LCD 40”, um ar condicionado split, um forno de microondas, um ventilador industrial, um forno elétrico  e um notebook, todos os objetos novos.

De acordo com a delegada, a quadrilha é suspeita de ter cometido outros assaltos, sendo um deles a uma agência bancária do Banco do Brasil, no município de Iranduba, fato ocorrido no dia 26 do mês passado, onde houve apenas uma tentativa. No local foram deixados maçaricos, botija de gás oxigênio e ferramentas para fazer arrombamentos.

São suspeitos também de terem participação no assalto a loja de materiais de construção JLN, localizada na Avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste, na madrugada do último dia 7, onde foram levadas duas botijas de gás oxigênio.

Os acusados foram flagranteados por furto qualificado, formação de quadrilha e uso e porte de artefato explosivo. Os policiais militares Robson e Yvan, foram encaminhados para o Batalhão de Guarda, localizado no bairro Monte das Oliveiras. Ezequiel, Francisco e Clauvisson serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.