Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia Civil deflagra Operação Comunidade Vigilante 10

A operação que foi coordenada pelo delegado titular e o delegado adjunto da seccional Norte, João Neto e Paulo Roberto Sobral prendeu 12 pessoas e apreendeu pelo menos cinco quilos de substância entorpecente 04/09/2012 às 11:42
Show 1
Durante o cumprimento de 17 mandados de busca e apreensão as Polícias Civil e Militar prenderam 12 pessoas na Zona Norte de Manaus
Bruna Souza Manaus

A Polícia Civil do Amazonas com o apoio da Polícia Militar prendeu 12 pessoas na manhã desta terça-feira (4) na Operação Comunidade Vigilante 10, na zona Norte de Manaus. A operação cumpriu 17 mandados de busca e apreensão e na ocasião foram apreendidos pelo menos cinco quilos de substância entorpecente encaminhados para perícia.

A operação foi coordenada pelo delegado titular e o delegado adjunto da seccional Norte, João Neto e Paulo Roberto Sobral e contou com o apoio da equipe de policiais da Seccional Norte, 52 policiais civis, 24 policiais militares e a Companhia de Policiamento com cães. O delegado-geral Josué Rocha também participou da operação.

Neidemberg Araujo Maciel, 30, Rodrigo Soares Neves, 26, Francisco Elielson dos Santos Sena, 29 conhecido como “Perninha”, Alex Morais Pinto, 19, Susy Oliveira Pereira, 37, Idael Nascimento de Souza, 29 e companheiro de Susy, além de Jayra Odete Oliveira Ferreira 23, Elisabeth da Silva Oliveira, mãe da Jayra e Magno Oliveira Morais, 24, foram presos pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Felipe Almeida de Cursino, 20, foi preso pelo crime de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo e munições além se Fábio Jucá de Sá, 29 e Jonas Pessoas Costa, 26 que foram presos pelo crime de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido com receptação.

De acordo com o diretor e delegado do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), Emerson Negreiros, os locais onde foram cumpridos os mandados de prisão foram identificados a partir de denúncias anônimas e investigações feitas pelo 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e pelo 15° DIP.

"O principal objetivo é combater o tráfico de entorpecente, desde o de tráfico maior, que é a distribuição, até o tráfico doméstico, que é aquele que vende para o usuário. Além, de retirar armas em cumprimento de mandado, estabelecendo segurança a população", ressaltou Negreiros.