Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia Civil desarticula esquema de emissão de Boletins de Ocorrência Eletrônico falsos

De acordo com o delegado da Delegacia Interativa, Irineu Brandão, qualquer cidadão pode fazer um boletim de ocorrência, acessando o site da Delegacia Interativa da Polícia Civil 25/04/2012 às 12:21
Show 1
Foram apreendidas placas que ficavam em frente aos comércios, as tabelas de preços pelos serviços oferecidos, computadores, CPU, impressora, BOE falsos
ACRITICA.COM Manaus

Após denúncia anônima e um série de investigações a equipe de policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), autuou em flagrante, nesta terça-feira (24), Júlio Mário Herrera Marconi, Dinarte Celestino da Silva, Nelson Oliveira da Cruz, Martha Moncayo Pezo, Suelen de Oliveira Pena e Helcio Jorge Souza da Cruz, e mais dez pessoas indiciadas, pelos crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, usurpação de função pública e formação de quadrilha.

Foram apreendidas placas que ficavam em frente aos comércios, as tabelas de preços pelos serviços oferecidos, computadores, CPU, impressora, BOE falsos. Foram conduzidas à DRCO, três vítimas do golpe, que foram ouvidas como testemunhas.

De acordo com o delegado da Delegacia Interativa, Irineu Brandão, qualquer cidadão pode fazer um boletim de ocorrência, acessando o site da Delegacia Interativa da Polícia Civil (www.delegaciainterativa.am.gov.br), através de um ponto de internet (nos postos de atendimentos dos PAC’s oferecidos gratuitamente pela Polícia Civil, Lan Houses ou em qualquer lugar que tenha internet para acessar o site).

Investigação
Após denúncia anônima, os policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) iniciaram trabalho de investigação e campanas para apurar. Nas investigações, foi constatado que cinco estabelecimentos comerciais, que supostamente funcionavam como Lan House, localizados na avenida Constantino Nery e rua Japurá, Centro, nas proximidades terminal de integração 1 (T1), estavam expedindo Boletins de Ocorrência Eletrônicos (BOE) falsos, documento este oficial, expedido somente pela delegacia interativa da Polícia Civil.

As investigações iniciaram logo após uma pessoa registrar ocorrência, informando que foi vítima de uma fraude, envolvendo a expedição de um boletim de ocorrência. A mesma perdeu sua carteira de estudante (passa fácil) e registrou ocorrência de perda de documento em uma delegacia  para poder solicitar uma segunda via no Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Manaus (Sinetram). Mas no órgão, ao apresentar o BO, a atendente informou que faltavam alguns dados, orientando a vítima a procurar atendimento em uma Lan House localizada ao lado do Sinetram.

O estudante foi à suposta Lan House, registrou uma nova ocorrência, pagou R$ 4, e menos de 3 minutos recebeu o BOE, estranhando a rapidez como o documento foi expedido. Isso porque das outras vezes em que acessou o site da Delegacia Interativa para registrar ocorrência, o tempo de resposta para a expedição do documento foi em torno de 15 a 20 minutos.