Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia Civil fala sobre caso da investigadora que atropelou uma mulher em Manaus

O delegado titular do 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) vai falar sobre o caso no final da manhã desta sexta (6) 06/07/2012 às 09:21
Show 1
Delegado Thiago Tenório disse que ainda não ouviu a suspeita
acritica.com Manaus

O delegado titular do 9° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Thiago Tenório, no final da manhã desta sexta-feira (6) vai falar sobre o caso da investigadora de polícia lotada em sua delegacia (9° DIP), que atropelou a industriaria Leide Ana de Silva Costa, 27, na noite do último domingo (1) e não prestou socorro à vítima.

Thiago já começou a ouvir as testemunhas do caso na manha dessa quinta (5). O irmão da vítima, Jackson de Lima Costa, e mais duas testemunhas foram ao DIP relatar o que viram no dia do atropelamento. O delegado ainda comunicou que não ouviu a versão da suspeita formalmente, porque aguarda primeiramente ouvir a vítima que está hospitalizada.

Segundo a mãe de Leide Ana, Maria Alba, 60, a filha ainda está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), da Unimed, no Parque das Laranjeiras. Seu estado de saúde permanece grave.

 “Hoje (ontem) ela conseguiu abrir os olhos, mas ainda chora de dor quando tenta comer alguma coisa, pois perdeu quase todos os dentes”, relatou Maria Alba.

 A dona de casa ainda relatou que ficou indignada ao ver a investigadora chorando e dizendo que foi um acidente, durante entrevista a um programa televisão.

 “Esta mulher (investigadora) não sabe o que eu e minha família estamos passando com esta situação. Já sou uma senhora de idade e ainda cuido do meu neto de cinco anos que chora com saudades da mãe. Ela teve a coragem de dizer na TV que foi acidente, mas porque ela não prestou socorro, deixou minha filha no chão”, disse.