Publicidade
Manaus
Cumprimento mandados

Polícia cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão em Manaus

Quatro pessoas foram presas na Zona Centro-Sul pelo crime de tráfico de drogas e uma mulher ainda tentou esconder parte do dinheiro apreendido na calcinha da filha de 5 anos. Um motorista também foi preso por participar de uma quadrilha especializada em homicídios 28/02/2013 às 12:12
Show 1
Erik, Kleverton, a mulher Katiúcia e Vanhaeren foram presos por envolvimento com o tráfico de drogas na Zona Centro-Sul
acritica.com Manaus

Uma operação intitulada 'Senador 89' foi realizada pela Polícia Civil em Manaus, na manhã desta quinta-feira (28). Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) cumpriram cinco mandados de busca e apreensão e mais um de prisão de pessoas envolvidas em uma quadrilha especializada em homicídios. A ação é coordenada pelo delegado titular em exercício Fernando Bezerra.

Outra equipe de policiais civis cumpre mais cinco mandados de busca e apreensão na Zona Centro-Sul da cidade, coordenadA pelo delegado Paulo Sobral da Seccional da área. Os mandados foram solicitados à justiça com o objetivo de prender pessoas envolvidas com o tráfico de drogas. Até o momento, foram presas quatro pessoas, além de drogas e uma quantia em dinheiro apreendida.

Os alvos da operação na Zona Centro- Sul foram na rua Senador Severiano Nunes, no bairro Aleixo. Na primeira casa foi preso Erik Azevedo de Andrade, 32, com uma porção média de maconha e mais uma balança de precisão. No segundo ponto, Kleverton Fernandes Portilho, 29, conhecido como 'Pimboca', a mulher dele Katiúcia Socorro Rodrigues de Freitas, 30, e Vanhaeren Francisco de Oliveira, 26, foram presos com um pacote médio de cocaína, um pacote com trouxinhas de maconha embaladas e mais R$ 3 mil em espécie, U$ 6 em dólares e uma nota falsa no valor de R$ 100.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas, ao chegar ao local, o casal demorou a abrir a porta. A polícia precisou arrombá-la para entrar na residência. Katiúcia tentou esconder os entorpecentes embaixo da roupa, além de colocar uma parte do dinheiro na calcinha de uma das filhas, de apenas 5 anos, e outra parte foi jogada no vaso sanitário.

Na operação desencadeada pela delegacia de homicídios, um homem foi preso, mas sua identificação não será anunciada, pois o caso corre em segredo de justiça. Ele seria o motorista da quadrilha que é acusada de matar desafetos do grupo.

Policiais presos

Nove policiais militares da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram presos por envolvimento com o tráfico de drogas. Eles são acusados de proteger traficantes das Zonas Nortes e Leste, negociar a liberdade de presos antes de os levarem para a delegacia, vender  entorpecentes para traficantes de área vizinhas e pasar informações sobre quando, onde e quais os alvos da polícia em operações nestas áreas.

Veja galeria de fotos