Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia desarticula quadrilha suspeita de praticar roubos em Manaus

A polícia chegou à quadrilha após denúncia anônima de que várias pessoas armadas. A operação contou com o apoio da Delegacia Seccional Centro Oeste, 18º DIP e 10º DIP. 20/08/2012 às 19:44
Show 1
Quadrilha desarticulada suspeitas de roubos e tráfico de drogas em Manaus.
acritica.com Manaus

Policiais Civis da 2ª Delegacia Seccional Norte prenderam sete pessoas suspeitas de roubos e tráfico de drogas em Manaus. De acordo com o Delegado Adjunto da Seccional, Paulo Martins, as investigações tiveram início após a polícia receber denúncia anônima de que várias pessoas armadas estavam em uma casa, localizada no bairro Jesus Me Deu, Zona Norte da capital. A operação contou com o apoio da Delegacia Seccional Centro Oeste, 18º DIP e 10º DIP.

Na casa, os policiais encontraram três revólveres, sendo um de calibre 22, dois de calibre 38, 41 projéteis intactos, oito trouxinhas de maconha, duas de pasta base de cocaína, duas de cocaína em pó, dois televisores LCD de 32 e 42 polegadas, cartões, documentos de terceiros sem fotos, cinco aparelhos de DVD, joias, três relógios, um microsystem, uma churrasqueira e R$ 1.400,00 em dinheiro. Ainda foram encontrados dois carimbos com os nomes de uma assistente social e de um secretário municipal e um notebook, aparentemente, roubado da PM do município de Japurá.

Elenildo Roberto de Oliveira (29), Joelson Antônio Silva de França, o “China” (27), Luis Rafael Mendes Soares, (18), Everton Vasconcelos Muniz (20), Waldson da Costa Tapudima (19), Lucélia Costa Guimarães, esposa do “China” (27) e um menor de iniciais, F.R.L.S, de 16 anos. A polícia investiga agora o papel de cada um na quadrilha, mas já sabe que China responde a processo por porte ilegal de arma de fogo.

O delegado titular do 18º DIP, Ivo Henrique Martins, confirma que as informações ainda serão apuradas com mais detalhes. “A prisão foi muito rápida. Recebemos a denúncia por voltas das 11 horas e no início da tarde já efetuamos a prisão. Agora vamos apurar cada caso para individualizar as acusações”, frisou o delegado.