Publicidade
Manaus
Polícia,Tráfico de Drogas, Cocaína, Polícia Federal, Polícia Nacional do Peru, Operação Trapézioo 2, Anamã, Anori, Rio Javari

Polícia Federal apreende 180kg de drogas, escondidos em barco, no AM

Apreensão da droga e prisão de três pessoas fazem parte das ações da Operação Trapézio 2, da Polícia Federal, em parceria com a Polícia Nacional do Peru, que também já destruíram 11 laboratórios de refino de drogas 20/08/2012 às 17:32
Show 1
Boa parte dos tabletes de cocaína apresentavam inscrições em inglês
Síntia Maciel e Thiago Monteiro Manaus

Aproximadamente 180 quilos de cocaína foram apreendidos na madrugada desse domingo (19), pela Polícia Federal, entre os municípios de Anamã e Anori – situado a 168 e 200 quilômetros de Manaus, respectivamente -, por agentes da Polícia Federal e da Polícia Nacional Peruana (Dirandro), durante uma das ações da Operação Trapézio 2, deflagrada no último dia 6 deste mês.

Parte da droga, 78 quilos de cloridrato de cocaína em tabletes, foi apreendida em poder de Antônio dos Santos Rodrigues, 51; Franquimar Pinto Ramos, 34; e Raimundo Pereira da Costa, 58, no momento em que trafegavam entre os dois municípios. Após ser revistado, o trio foi levado para o município de Manacapuru – a 84 quilômetros de Manaus -, onde outros 100 quilos de cocaína pura – brilho -, foram encontrados escondidos no caso de uma embarcação.

Boa parte dos tabletes de cocaína apresentavam inscrições em inglês, como "END" (fim), "ONE" (um), entre outras expressões, além de símbolos, como coroas. Tais inscrições servem para identificar a origem da droga ou o teor de pureza. 

De acordo com o delegado federal, Leandro Almada, a droga foi entregue ao trio na comunidade de Prosperidade, no rio Javari e seria de origem peruana. Cada um dos três receberia a quantia de R$ 10 mil, para transportá-la até Manaus.

Ainda segundo o delegado Almada, na manhã desta segunda-feira (20), os policiais federais juntamente com integrantes da Dirandro destruíram um laboratório de refino de substâncias entorpecentes, na localidade de Sacambu, no Peru. Ao todo 11 laboratórios foram destruídos, desde que a Operação Trapézio 2 foi deflagrada. Alguns localizados ao longo do rio Javari.

Tanto a droga quanto os três presos foram trazidos para Manaus, e na tarde desta segunda, o trio seria encaminhado para a cadeia pública desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.