Publicidade
Manaus
Cotidiano, Polícia Militar, Saúde

Polícia Militar do Amazonas forma praças e oficiais para atuarem na área de Saúde

Grupo integrado por 41 militares participou de um treinamento na selva e deverá atuar na Policlínica da PM 11/02/2012 às 10:33
Show 1
Há 12 anos, de acordo com o comandante geral da PM, coronel Almir David, não havia concurso para a área de saúde
Joana Queiroz Manaus

Vinte e cinco oficiais de saúde e 16 praças especiais concluíram nessa sexta-feira (10), o estágio com técnicas de sobrevivência na selva - procedimentos no emprego do armamento baseado em métodos adotados pelas instituições militares.

De acordo com o comandante geral da Polícia Militar, coronel Almir David, o estágio faz parte da penúltima fase do curso de formação. Eles passaram as últimas 48 horas dentro da selva em uma base militar do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), localizada na estrada AM-010 (Manaus - Itacoatiara).

Segundo o comandante, há 12 anos que não havia concursos para militares da área de saúde e havia uma necessidade na corporação porque muitos se aposentaram e outros pediram para sair.

“Eles vão trabalhar na policlínica da polícia e também há planos para a construção de um hospital da Polícia Militar”, disse o comandante.

Ele explicou que o estágio é uma das exigências para que os concludentes possam ser incluídos nas funções militares. Almir David disse, ainda, que o curso dos oficiais de saúde tem como objetivo formar profissionais para atuarem nessa área dentro da corporação.

Segundo ele, são médicos de especialidades diversas como bioquímicos, odontólogos e fisioterapeutas. Já os praças especiais vão atuar como auxiliares de enfermagem, de dentistas e músicos.

Capacitação
O estágio é dividido em duas fases. Na primeira, eles vivenciam a adaptação na selva e, na segunda, os futuros oficiais de saúde e praças especialistas lidam com as adversidades da selva amazônica, o que os capacita para prestarem primeiros socorros utilizando recursos naturais.