Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia ouve integrante do BBB após suposto estupro

"Antes de qualquer coisa, precisamos ouvir as partes envolvidas. O inquérito só será aberto se Monique confirmar que houve abuso e disser que não tinha discernimento 17/01/2012 às 11:09
Show 1
Daniel é paulista e tem 31 anos e trabalha como modelo
Agência Estado ---

O delegado Antônio Ricardo Nunes, da 32ª Delegacia de Polícia (Taquara), no Rio, foi ao Projac, da TV Globo, na manhã desta terça-feira (17), para ouvir uma das integrantes de uma programa de reality show, após um suposto estupro.

Segundo a Polícia Civil, o delegado chegou ao local por volta das 10h30 para ouvir o depoimento da estudante gaúcha Monique Amin, de 23 anos, que teria sido a vítima de um suposto abuso sexual cometido dentro da casa do "Big Brother Brasil" por Daniel Echaniz, de 31 anos.

De acordo com o site G1, além de Monique, o modelo paulista Daniel, que foi eliminado do programa ontem, também prestou depoimento ao policial. Ao site EGO, o chefe de investigação da 32ª DP, Paulo Villas Boas, disse que o inquérito ainda não foi aberto. "Antes de qualquer coisa, precisamos ouvir as partes envolvidas. O inquérito só será aberto se Monique confirmar que houve abuso e disser que não tinha discernimento."